Novo servidor – Dreamhost

Nesse final de semana migrei o Blog para um novo provedor de hospedagem. Caso alguém tenha tido dificuldades no acesso durante o final de semana, pode ter sido em função do atraso na atualização do DNS que pode demorar até 48 horas. Mas pelo que pude perceber a alteração demorou menos de 24 horas!

O servidor que eu escolhi para fazer a migração foi o Dreamhost, que é sem dúvida uma das melhores opções em hospedagem, pelo que eu pude perceber nas minhas pesquisas. Alguns colegas já haviam indicado o serviço deles, mas só depois que eu vi as taxas e o desconto inicial pelo serviço, me decidi a fazer a migração.

Mas que conseqüência a hospedagem terá aqui no Blog? Bem, primeiro vou fazer uma comparação entre as taxas da minha antiga conta e a nova hospedagem. Assim ficará mais fácil perceber como as coisas podem melhorar:

  1. Armazenamento: o servidor antigo me disponibilizava 150 MB, para todo o serviço. Esse valor limitava à quantidade de arquivos e recursos que eu podia instalar no site como um todo. Principalmente nos cursos a distancia que pretendo oferecer aqui. O novo valor para a hospedagem é de 200 GB! Isso mesmo, só um “pouquinho” maior!
  2. Transferência mensal: no servidor antigo o site tinha disponível uma taxa de transferência mensal de 3 GB, que também limitava a quantidade de arquivos e material multimídia. Agora essa taxa é de 2 TB, isso mesmo 2000 GB! Com uma taxa dessas, eu posso realmente começar a levar mais a sério projetos como um Podcast semanal ou quinzenal, sem ter que me preocupar em não ultrapassar muito a taxa de transferência mensal.

Claro que esses são apenas alguns dados da nova hospedagem. Muitas outras novidades e recursos vão aparecer em decorrência desse novo serviço.

Para as pessoas que estavam fazendo participando do curso de Audacity, durante essa semana vou reinstalar o sistema e voltar com força total com curso. Nessa nova fase, estou produzindo os cursos com mais recursos multimídia!

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *