Microsoft HD Photo: Seria esse o sucessor do JPEG?

Tudo começou como Windows Media Photo, mas depois de um tempo a Microsoft percebeu que esse nome poderia gerar alguma resistência no mercado e mudou para HD Photo, definitivamente o nome melhorou. Mas o que significa o HD Photo? Esse é um novo formato de armazenamento de imagem que vem sendo desenvolvido pela Microsoft nos últimos anos e em pouco tempo será submetido para homologação pelo grupo que regulamenta os padrões JPEG. Caso ele seja aprovado, esse novo padrão será denominado JPEG XR.

Microsoft HD Photo

O principal objetivo da Microsoft com esse formato é o mercado de [fusion_builder_container hundred_percent=”yes” overflow=”visible”][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ background_position=”left top” background_color=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” spacing=”yes” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” padding=”” margin_top=”0px” margin_bottom=”0px” class=”” id=”” animation_type=”” animation_speed=”0.3″ animation_direction=”left” hide_on_mobile=”no” center_content=”no” min_height=”none”][BP:215]fotografia digital[/BP], provavelmente comercializar a tecnologia para os fabricantes de câmeras, para que os seus equipamentos utilizem esse formato de arquivo para armazenar as fotografias. Então no que diz respeito à renderização e armazenamento de imagens digitais, não precisaremos nos preocupar.

Mas esse formato é melhor mesmo? Quais as suas características? Essas são as principais características do formato JPEG XR:

  • Melhor compressão de imagens
  • Suporte a CMYK, RGB, perfis ICC e cores monocromáticas.
  • Armazena informações de fotos em 16 ou 32 bits
  • Melhor descompressão de imagens ou partes da imagem para edição

Segundo a descrição no próprio site da Microsoft sobre o HD Photo: “O formato HD foto oferece uma maneira eficiente, de alta performance que exige poucos requisitos de memória e processador, permitindo uma compressão e descompressão das imagens pela própria máquina fotográfica. Ele oferece um nível de compressão comparável ao JPEG 2000 e mais que o dobro da qualidade do JPEG”.

Claro que essa é uma descrição ao mesmo tempo técnica e com objetivos de marketing. Eles até citam o JPEG 2000, que deveria ser o sucessor do JPEG, mas o formato não emplacou e poucos fabricantes de [BP:75]máquinas fotográficas[/BP] o utilizam.

Quando saberemos se esse formato foi homologado? Segundo as notícias vinculadas em sites especializados, o resultado da análise pelo grupo que regulamenta o JPEG sai até outubro.

Por falar nisso você conhece o sítio oficial desse grupo? Lá estão todas as informações sobre os formatos JPEG e JPEG 2000.

Fonte: arstechnica.com

[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *