Mais uma ferramenta da antiga Alias, agora sob propriedade da Autodesk possui uma versão PLE, que é a abreviação para Personal Learning Edition. Essa ferramenta se chama AliasStudio, sendo uma ferramenta de modelagem voltada para a indústria. Ela funciona exatamente da mesma maneira que o Maya 8.5 – PLE, sobre o qual eu já publiquei um artigo, explicando como é o funcionamento do mesmo. Essas versões PLE, permitem o uso da ferramenta, para fins não comerciais, por um período de tempo indeterminado. Então você pode usar por quanto tempo quiser essa ferramenta!

AliasStudio

Mas o que faz essa ferramenta especificamente? Porque não usar o Maya ou 3ds Max? Aqui temos um problema mais relacionado a foco, pois é perfeitamente possível usar essas ferramentas para esse propósito. Mas com software mais ficado no design industrial, os desenvolvedores podem caprichar nas ferramentas de modelagem e deixar a animação de lado. Tanto é que o principal concorrente do AliasStudio é o Rhino, que também é uma ferramenta de design industrial. Tanto que a Autodesk até oferece um manual, para os usuários que estão migrando do Rhino 3D para o AliasStudio.

Para exemplificar melhor como a ferramenta funciona, veja esse vídeo que mostra algumas partes do processo de modelagem para um produto, nesse caso um celular. Para quem usa o Maya, vai perceber que a interface é muito semelhante.

AliasStudio

O segmento que mais utiliza esse tipo de ferramenta é o de automóveis, inclusive vários dos exemplos apresentados, no próprio web site da Autodesk são de modelagem automotiva.

Para fazer o download, visite a página oficial do AliasStudio na Autodesk. Lembre, apesar de ser uma ferramenta de uso gratuito, para fazer a instalação é necessário um número serial. Esse número pode ser adquirido com um simples cadastro no web site da Autodesk, depois de fazer o cadastro eles informam o número serial para que a instalação seja realizada.

Quem sabe no futuro a Autodesk também não acabe lançando versões PLE para o AutoCAD e 3ds Max, isso com certeza iria tirar um grande peso das costas, dos estudantes de arquitetura e engenharia que precisa usar essas ferramentas, mas não tem condições de comprar uma versão educacional.

Por enquanto, para não ficar dependendo da boa vontade da Autodesk, a melhor solução é usar ferramentas Open Source, como o Blender. Assim você já se ambienta com a ferramenta, para uso acadêmico e depois na sua vida profissional. Lembre que o objetivo dessas versões PLE, além de divulgar a ferramenta é fazer os usuários ficarem dependentes de uma plataforma. Assim é inevitável, na sua vida profissional que você venha a comprar uma licença para poder trabalhar! Aqui também vale aquele ditado: não existe almoço grátis.