Novo recurso do Blender: Nomes nos Layers

Hoje pela manhã foi publicado mais um novo recurso do Blender, que já pode ser testado no SVN. Esse novo recurso consiste na possibilidade de atribuir nomes as camadas. Isso mesmo, agora existe um menu chamado Layers, que fica próximo aos modificadores. Esse menu contém todos os slots das camadas, com um adicional. Uma pequena caixa de texto ao lado de cada número, que permite adicionar nomes as camadas.

Blender Named Layers

Você acha que já viu isso? Sim, essa idéia não é nova. Um script chamado Layer Manager já oferecia essa mesma funcionalidade. Qual a diferença? Agora a opção está integrada na interface do blender.

Veja como fica mais fácil localizar objetos com essa nova ferramenta. Se estivermos criando uma maquete eletrônica, podemos organizar as cenas usando as camadas. Sem a atribuição de nomes, ficávamos perdidos, tentando localizar em que camadas cada objeto está armazenado, usando o método da tentativa e erro. Mas com essa nova ferramenta, podemos atribuir nomes as camadas, que efetivamente representem os objetos que estão armazenados nelas. Por exemplo, na camada “paredes” teremos apenas objetos que representam paredes e na camada “janela”, apenas objetos que representam janelas. Claro que isso não é feito automaticamente, o usuário precisa fazer a organização manualmente.

Uma organização mais semântica das camadas pode ajudar em muito na produtividade no Blender. Se você quiser fazer o download do Blender SVN que apresenta essa nova ferramenta, visite o graphicall.org. antes de fazer o download, lembre que essa é uma versão experimental ainda. Não existe garantia nenhuma que ela funcionará perfeitamente no seu computador. Digo isso, porque estive mostrando alguns recursos novos em alguns artigos e recebi mensagens, reclamando que as compilações indicadas nos artigos não funcionavam. Eu sei que a ansiedade para usar as novas funcionalidades é grande, mas tenha paciência! Se não funciona agora, no lançamento oficial provavelmente estará funcionando sem maiores problemas.

Será que essa nova ferramenta aparecerá no novo Blender 2.46 ou 2.50? Ainda é cedo para dizer, tudo que podemos esperar é um pequeno atraso no lançamento, quem sabe para Janeiro ou Fevereiro do próximo ano. Por enquanto a única certeza que temos é que um dos motores de novas ferramentas para o Blender, já está funcionando. Sim, o projeto Peach começou oficialmente ontem.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *