Você já ouviu o termo Motion Tracking? Essa é uma técnica muito utilizada em ferramentas de composição como o After Effects. Ela consiste na identificação de uma área do vídeo, que pode ser seguida por outro elemento. Por exemplo, campanhas publicitárias que usam futebol, usam muito o Motion Tracking. Com ele podemos gravar o vídeo de um jogador, chutando uma bola e depois substituir a bola facilmente, por outro objeto, como uma caixa. Na TV a técnica é usada com freqüência na exibição de logotipos ou textos.

Mas como é que funciona isso? Descobri um tutorial que mostra como realizar o Motion Tracking no After Effects CS3. Essa semana um dos temas da minha aula sobre composição e efeitos, era justamente o Tracking. Por isso, tentei selecionar algum material de apoio para os alunos. Como não achei em português, resolvi fazer uma pequena descrição do tutorial, para ajudar.

After Effects CS3 - Motion Tracking

Antes de começar, devo informar para as pessoas que querem fazer motion tracking. O segredo para um bom tracking, além da seleção correta dos elementos é a paciência. Isso mesmo, muito depende de ajustes manuais, então tenha paciência para fazer os ajustes necessários caso o movimento não fique perfeito em um primeiro momento.

Outro ponto importante, o objeto ou área que deve ser seguido, precisa possuir contornos claros e bem definidos. Caso contrário o tracking será difícil de realizar.

Para acessar o tutorial, visite essa página. Essa é a descrição dos passos necessários, se você tem dificuldades com o inglês, acompanhe os passos:

  • No primeiro passo do tutorial, os elementos que devem sofrer a animação do tracking são criados. Um texto e um retângulo sólido.
  • Tenha certeza que o playback head está no início da timeline. Pressione Home caso não esteja. Aqui é importante organizar as camadas da timeline, para que o vídeo que deve ser rastreado esteja abaixo dos elementos, que sofrem a ação do tracking.
  • Selecione a camada que contém o vídeo. Depois na janela Tracker Controls, pressione o botão Track Motion. Isso ativará a ferramenta. Uma nova janela aparecerá, contendo um pequeno quadrado que serve como alvo do tracking. Com a ferramenta de seleção, clique sobre esse alvo e desloque-o até a área que deve ser rastreada. Caso seja necessário, podemos redimensionar esse alvo para qualquer tamanho.
  • O próximo passo é configurar as opções do tracking. Para rastrear o contraste dos pixels, o autor escolhe a opção Luminance e como os elementos do vídeo não muda muito, o autor desmarca a opção Adapt Feature On Every Frame.
  • Escolha qual a camada que deve receber o movimento gerado pelo tracking.
  • Depois crie um objeto do tipo Null. Ele funciona como os Emptys do Blender ou os Dummys do 3ds Max.
  • Clique no botão que edita as opções do alvo “Edit Target” e escolha o objeto do tipo Null. Aplique o tracking no botão Apply.
  • Selecione a camada de texto e depois com o SHIFT pressionado, selecione o alvo do tracking e o posicione no local desejado em relação ao vídeo.
  • Determine que o texto seja filho do objeto Null em hierarquia.

Pronto! Agora o texto deve seguir o navio no vídeo. Esse processo pode parecer um pouco confuso no início, mas com o tempo você adquire mais prática.

Se você ainda não entendeu bem o que é o motion tracking, veja o que ele pode fazer nesse vídeo:

Tracking

O artista fez com que a tela do vídeo, acompanhe os movimentos da mão. Assim fica a impressão do holograma.