Clicky

Cinema 4D e FinalRender: Demonstrando a integração

Você sabe como integrar o FinalRender com o Cinema 4D? Pois agora é possível ter uma boa idéia de como os dois funcionam em conjunto, a Cebas disponibilizou um vídeo com um trecho da apresentação feita durante a Siggraph, em que um dos seus técnicos mostra ao público como é que as duas ferramentas funcionam. O vídeo é curto, mas é possível perceber nele as nuances, e como é feito o acesso do FinalRender pela interface do Cinema 4d.

Mesmo que você não seja usuário do Cinema 4D ou FinalRender, vale assistir ao tutorial, para conhecer mais essa possibilidade de integração.

Cinema 4D e FinalRender

Na primeira parte do tutorial, o artista mostra como acionar a iluminação global do renderizador, assim como o uso e configuração de uma opção chamada “detail enhancement”, que destaca detalhes dos objetos na renderização.

A cena usada como exemplo é o de um interior, típico de uma maquete eletrônica. Se você é usuário do V-Ray, recomendo assistir ao vídeo também, para ficar “babando” com a velocidade com que a cena é renderizada. Fico imaginando a configuração do computador que ele está utilizando, por melhor que seja o FinalRender, esse tipo de cena é complexa e demora pelo menos alguns minutos para renderizar.

Depois de mostrar essa cena, o apresentador mostra as possibilidade de displacement do FinalRender, usando outra cena mais simples. Dessa vez com um cubo simples, que logo em seguida é substituído por outro exemplo com primitivas geométricas, mostrando mais iluminação global e caustics.

Se você acha que o Blender é o único que apresenta nós, para compor diferentes materiais, o autor do tutorial mostra um exemplo, de um sistema idêntico para o Cinema 4D. Claro que a ferramenta só está disponível, quando o artista usa do FinalRender, mas mesmo assim já podemos ter uma boa idéia de como o Blender é avançado, nesse aspecto.

Para assistir a essa apresentação, visite o web site oficial da Cebas, nesse endereço. O tutorial está no formato Windows media, então será necessário o media player para visualizar o vídeo.

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

3 Comentários

  1. Rubens Correia 06/12/2007 em 9:53 am

    Cara muito legal esta matéria, show de bola gostei muito.

    Parabéns pelo blog

    Rubens Correia

  2. maxwell 06/12/2007 em 11:46 am

    Alan, será que você poderia publicar, ou indicar, um tutorial sobre nodes no Blender ?

  3. Fabio 07/12/2007 em 3:16 pm

    http://drakvfx.blogspot.com/2007/09/tutorial-de-nodes-efeito-glow.html

    é basico mas da pra mostra como é a ‘logica’ do Nodes.

    =]

Deixar Um Comentário