Fxguidetv 19: Making of de Beowulf

Mais um episódio do fxguide TV está disponível para download, dessa vez o episódio 19 está mais focado na conversação do que em mostrar imagens espetaculares. Mesmo assim o assunto é interessante! Eles entrevistam o Theo Bialak, supervisor de computação gráfica da Sony Pictures Imageworks. Ele estava diretamente envolvido na produção do filme Beowulf, que já está passando nos cinemas Brasileiros. Se você não está contextualizado no assunto, o filme Beowulf é todo produzido em CG, usando técnicas e cenários fotorealistas. Até os atores são reproduções digitais de pessoas reais.

Durante boa parte desse episódio, o pessoal do fxguide conversa com ele sobre vários aspectos da produção.

Fxguidetv 19: Keying

Claro que as dificuldades técnicas são o principal assunto. Esses são alguns dos assuntos abordados por eles:

  • Captura de expressão: Esse é o nome da técnica que permitiu aos produtores, usar atores reais para atuar no filme. A diferença em relação à captura de movimento é que essa técnica é focada na atuação e expressões faciais dos atores.
  • Fogo e efeitos atmosféricos: Muito do fogo existente no filme, foi realizado com técnicas e softwares usados na produção do motoqueiro fantasma. Fora o desafio na criação, os artistas envolvidos precisaram se preocupar com a iluminação proveniente do fogo. Muitas cenas têm o fogo como única fonte de luz.
  • Desenvolver o Katana: Muitos dos efeitos e ferramentas desenvolvidos para o Beowulf, foram implementados no sistema proprietário da ImageWorks, chamado de Katana. Theo Bialak deixou bem claro que tudo era planejado de maneira que as ferramentas possam ser reutilizadas em futuras produções.

Durante a entrevista, algumas imagens do filme são apresentadas, mas nada revelador para quem já vou os trailers ou assistiu ao filme.

Na última semana eu assisti ao filme, posso dizer que o nível de realismo em algumas cenas é impressionante, mas algumas coisas deixam a desejar. Por exemplo, quando os personagens estão andando a cavalo, o movimento dos eqüinos é muito artificial, acho que eles não participaram da sessão de captura. Outro ponto que deixa a desejar, as emoções. Ainda é perceptível em algumas cenas um aspecto artificial nas emoções dos personagens. Mesmo com toda a tecnologia, muito precisa ser feito para transferir as nuances de uma pessoa real.

Mesmo assim, recomendo a todos assistirem o filme para fazer as suas próprias análises. Se você gosta de computação gráfica, esse é um filme mais que obrigatório!

No final desse episódio do fxguide, um tutorial muito interessante sobre keying no Flame da autodesk. No tutorial é mostrado como ajustar a remoção de uma atriz, atuando sobre um fundo verde em um cenário virtual. O problema abordado no tutorial é a remoção e ajuste dos cabelos da atriz, em contraste com o fundo. Essa é uma ótima dica para quem ainda não entende como funciona o processo de keying.

O Fxguidetv pode ser copiado de maneira gratuita no seguinte endereço. Existem versões em alta e baixa qualidade.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *