O novo sistema de modelagem do Blender, chamado de B-Mesh, ganhou mais um vídeo demonstrativo. Para quem não está acompanhando, um novo sistema de modelagem para o Blender está sendo desenvolvido. Esse sistema promete facilitar a vida de quem modela, implementando o uso de N-Gons, que são as faces com mais de quatro arestas. Com esse tipo de sistema, poderemos modelar livremente, sem a preocupação de sempre fechar ou compatibilizar a estrutura do modelo, com o sistema existente. A autoria do vídeo é do mesmo ZanQdo, que produziu a primeira demonstração.

Esse é o vídeo:

Blender 3D B-Mesh

O vídeo mostra um modelo extremamente simples, de uma pequena casa sendo modelada. Durante todo o processo, o uso das N-Gons é explicito.

Muita discussão entre os usuários e artistas da comunidade Blender questiona a real vantagem, na implementação desse sistema. Os argumentos são os mais diversos possíveis, muitos acham o sistema de modelagem do Blender suficientemente bom, outros alegam que esse tipo de mudança não trará benefícios para os artistas, só vai gerar modelos com topologia pobre.

O maior argumento dos que defendem o atual sistema de modelagem, é o péssimo hábito que o uso das N-Gons deve gerar nos artistas 3D. Quando você aprendeu a modelar no Blender, precisou se adaptar ao fato de usar apenas faces com 3 ou 4 arestas. Depois que esse sistema estiver implementado, os novos usuários não vão precisar se preocupar com esse tipo de coisa, a modelagem acontecerá de maneira mais rápida. O problema vai acontecer quando o modelo precisar ser deformado, para animação. Com poucos vértices, o modelo não será deformado de maneira correta, acarretando retrabalho.

Apesar de concordar com esse fato, acredito que o B-Mesh não é uma coisa ruim. Posso dizer que o sistema de modelagem, atual, dificulta muito a vida dos usuários novatos. Posso dizer por experiência nas aulas de Blender. A vantagem de não usar as N-Gons é que você obriga o artista a fazer um planejamento prévio do modelo, traçando ou pelo menos esboçando como a topologia será resolvida.

Como o planejamento não é o forte dos usuários iniciantes, ao menos da maioria, isso acaba gerando um pouco de frustração. Acarretando aqueles velhos comentários, que o Blender não presta ou que é mais “fraco”. Na verdade é o oposto! Eles não estão errados, as pessoas querem mais é sair modelando tudo que encontram na frente, mas como não conseguem, acabam desistindo.

Essa será uma ótima adição ao Blender, mas deve ser usada com cuidado. Agora é só esperar por mais novidades ou por uma compilação de testes, para que possamos avaliar realmente o sistema.