Clicky

Tutoriais para fazer grama realista com Maxwell Render e Indigo

Você já tentou fazer alguma cena externa em 3D com grama realista? Quando eu digo realista, me refiro a foto realismo mesmo! Pois é, para muitas pessoas gerar esse tipo de superfície é um verdadeiro pesadelo, pelas dificuldades técnicas e exigência de hardware envolvida, que dependendo da solução adotada, pode multiplicar o tempo de render em até 10 vezes. As técnicas existentes hoje se baseiam, na maioria dos casos, no uso de partículas. Antigamente, os usuários precisavam de scripts e plugins especiais para criar essas superfícies.

Ainda lembro que os usuários do 3ds Max, tinham como sonho de consumo para isso o famoso (na época), plugin shagfur e shaghair da antiga digimation.

Tutorial para fazer grama com Blender e Indigo

Se você quer trabalhar com técnicas recentes para a criação dessas superfícies, encontrei dois tutoriais fantásticos, para sistemas de renderização realistas. Os tutoriais abordam a criação de grama com o Maxwell render e com o Indigo. Ambos os softwares funcionam de maneira muito semelhante, gerando imagens ultra-realistas, com base em sistemas de iluminação fundamentados em física real.

No tutorial sobre o Maxwell render, o pessoal do realistc design compilou um guia sobre como criar um plano, com a superfície coberta com grama. Eles até mostram como criar a textura usada na grama, desde a foto até a edição no photoshop. O segredo desse tutorial é criar pequenos planos, aplicando uma textura de grama nele. Essa mesma textura recebe um mapa de transparência, para que a parte superior do plano, que não apresenta a imagem das folhas fique transparente.

Assim temos uma imagem com grama altamente realista. Para fazer o download desse tutorial (arquivo PDF), visite essa página nos fóruns da Next Limit, desenvolvedora do Maxwell. O acesso só é permitido a usuários registrados.

No Indigo o processo é muito semelhante, só que agora, para benefício geral o tutorial mostra como aproveitar o Blender no tutorial! O texto, publicado nos fóruns do Indigo, mostra como realizar o mesmo processo usando o Blender, com a mesma técnica.

Um plano é usado para aplicar uma textura de grama, para depois o mesmo plano ser distribuído sobre uma superfície. Se você usa o Blender com o Indigo, recomendo a leitura e a prática com o tutorial. O resultado é fantástico.

Obs: O autor de tutorial se chama drBouvierLduc.

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

4 Comentários

  1. Junio Vitorino 31/01/2008 em 10:55 am

    Nuss, muito zangado isso, eu tenho um projetinho para fazer que esta meio parado por falta de tempo. Sou usuário basicão de blender não comecei nem a um mês, e tive que parar por diversos movitos particulares e o principal FALTA DE TEMPO. Mas nesse projeto teria uma graminha, e acho que isso ai vai me ajudar. Seria para web usando papervision, acha que para esse fim o nível de detalhe seria demasiadamente excessivo??

  2. Allan Brito 31/01/2008 em 11:10 am

    Olá Junio,

    Acho que para o Papervision, o uso do Indigo não é necessário. Você pode usar as partículas normais mesmo. Seria até interessante testar, nunca tentei reproduzir grama com o Papervision.

  3. bruno maia 31/01/2008 em 11:16 am

    O tutorial ainda é para um método embrionário, embora o resultado seja fantástico. Ele envolve edição de XML, coisa lá não muito agradável…Mas o resultado é perfeito. Queria ver mesmo essa coisa se movimentar com animação…

    O interessante é que o arquivo do blender está lá, e o tutorial é muito bem organizado…Mas um método nativo, utilizando partículas, pra mim ainda é a melhor opção.

  4. Allan Brito 31/01/2008 em 11:31 am

    Pois é Bruno.

    O processo ainda é complicado com o Indigo. Para animação é inviável!

    A esperança é o YafaRay que agora reconhece partículas, talvez quando uma versão estável estiver disponível, uma opção mais simples seja acessível a todos.

Deixar Um Comentário