Bloody Omaha: Ótimo exemplo de produção independente em efeitos especiais

O que é necessário para produzir efeitos especiais? Algumas pessoas podem dizer que uma boa quantia de dinheiro, pode fazer os “milagres” que vemos nos filmes contemporâneos. Com o avanço das tecnologias e ferramentas de efeitos especiais, hoje em dia o dinheiro ainda é necessário, mas em uma escala muito menor. O mais importante hoje é ter criatividade e saber como aproveitar, os incríveis recursos oferecidos pelas ferramentas de modelagem 3d e composição em vídeo, oferecidas para os computadores que temos nas nossas casas.

Um ótimo exemplo disso foi um vídeo, produzido por três designers, retratando a invasão aliada nas praias da França, durante a segunda guerra mundial. Espere o um pouco! Se você assistiu ao filme, o Resgate do Soldado Ryan, deve ter visto uma reprodução extremamente fiel desse episódio que ainda é uma das cenas de guerra mais verossímeis produzidas até hoje.

A produção se chama Bloody Omaha. Bem, veja o vídeo para entender o que eles fizeram:

[fusion_builder_container hundred_percent=”yes” overflow=”visible”][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ background_position=”left top” background_color=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” spacing=”yes” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” padding=”” margin_top=”0px” margin_bottom=”0px” class=”” id=”” animation_type=”” animation_speed=”0.3″ animation_direction=”left” hide_on_mobile=”no” center_content=”no” min_height=”none”][youtube]http://www.youtube.com/watch?v=uYkTqOcRoMs

Impressionante não é? Vamos entender bem, o que eles fizeram. A cena que comentei no início do artigo, do Resgate do Soldado Ryan, usou aproximadamente 1000 extras nas filmagens para representar a cena do desembarque dos aliados. Os designers, atuando eles mesmos como atores, conseguiram tudo filmagens repetidas deles mesmos. Claro que isso acaba fazendo a produção do vídeo, se transformar em um trabalho de paciência e domínio da técnica de filmagem. Mas mesmo assim, isso mostra que qualquer pessoa ou equipe com criatividade e um pouco de vontade, pode criar cenas complexas e cheias de detalhes e multidões com poucos recursos e material humano.

Mas o que eles fizeram não elimina o fator financeiro. Alguns dos itens usados por eles não são encontrados com facilidade, como as simulações das explosões e os planos em fundo verde, que precisam de material especial. Claro que o investimento é infinitamente menor, que o usado pelo Spielberg, mas pode atrapalhar as pessoas interessadas em repetir a experiência e que não saibam aonde encontrar esses recursos.

De uma maneira ou de outra, o vídeo é fantástico e muito bem executado, desde a parte da produção do vídeo e multiplicação dos atores até a eficiente composição do material filmado com modelos 3d!

Fonte: Esse vídeo foi dica do Alexandre Canario no Motion Brasil.

[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *