A quarta dimensão da animação

Qual o maior problema em elaborar uma animação? Ferramentas 3d complexas? Técnica apurada para trabalhar com personagens? Na verdade o grande problema da animação está relacionado à quarta dimensão. Hoje mesmo ajudei alguns ex-alunos que estão pensando em elaborar um curta em animação, eles entraram em contato comigo para ajudar nos eventuais problemas técnicos e me pediram para recomendar as ferramentas necessárias para executar a animação. A intenção deles é ótima, mas começaram pelo caminho errado, antes mesmo de ter um enredo definido já queriam definir ferramentas e eventuais soluções técnicas. Esse é um dos maiores erros de quem começa a trabalhar com animação!

Modelo para animação

Eles não gostaram muito do meu conselho, mas tive que falar que o caminho estava errado. Depois do conselho, eles acabaram formulando um enredo e acabaram caindo no segundo erro da animação, pelo menos no que se refere a elaboração da história, a falta de inventividade.

Parece que temos sempre dois extremos quando o assunto é elaboração de enredos para animação:

  • Histórias fantásticas e complexas: Algumas pessoas elaboram histórias com temas tão complexos, múltiplos cenários, vários personagens e interações complexas que fica praticamente impossível executar a animação com os recursos de hardware disponível para o grande público.
  • Histórias simples demais e sem apelo: Outro extremo da elaboração de histórias consiste na criação de temas pouco interessantes ou que não apelam para as possibilidades da animação. Por exemplo, histórias que apenas retratam o cotidiano de pessoas comuns e não exploram as possibilidades criativas do 3D.

No primeiro caso, temos um exemplo semelhante a quem está começando a criar o seu primeiro jogo. Alguns usuários se “emocionam” com a possibilidade de criar um jogo e já querem partir para um RPG multiplayer online. Os animadores acabam pecando em propor animações e personagens tão complexos, que acabam investindo em projetos que estão condenados ao abandono.

Já no segundo caso, que foi o que aconteceu com meus alunos, eles acabam investindo o enredo da animação em ações ou temas comuns. Lembre que no ambiente 3d, você está em um espaço sem restrições físicas, a gravidade não tem influencia, os dinossauros e os alienígenas estão ai! Aproveite essas possibilidades que o ambiente 3d oferece, use de personagens e enredos absurdos. Muitas vezes o choque que uma história causa nas pessoas já é um grande chamariz.

Depois de muito conversar com meus alunos, consegui que eles reformulem a idéia da animação. Antes de mais nada, eles devem trabalhar no roteiro, pensar em alternativas para o enredo, aproveitando as possibilidades do ambiente 3d. Assim que o enredo estiver definido, poderemos trabalhar nas outras partes como storyboard, modelagem 3d, iluminação e outros assuntos relacionados a animação.

Qual ferramenta eles querem usar? Eu já convenci eles que o Blender 3d pode suprir todas as necessidades para a animação deles. Agora é só esperar.

Caso você esteja se perguntando; qual é a quarta dimensão da animação? É o tempo! O domínio do tempo da animação ou timing, junto com um bom enredo são receitas infalíveis para o sucesso de uma animação.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *