Clicky

Primeiro livro no mundo sobre V-Ray?

Os usuários de V-Ray, mesmo os que têm a língua inglesa como primeira língua, reclamam da pouca ou pobre documentação (livros) disponível para o renderizador. Até os últimos livros sobre visualização arquitetônica com o 3ds Max usam o Mental Ray como renderizador. O mais estranho nesse caso é que entre artistas que trabalham com visualização arquitetônica no 3ds Max, o V-Ray reina absoluto. Pois está disponível para compra o primeiro livro sobre V-Ray do mundo. Para ajudar na análise do livro, um artista 3d publicou uma análise detalhada do material em um fórum especializado em visualização.

Livro sobre V-Ray

Os números relacionados ao livro impressionam, segundo o a descrição do autor o livro tem 1000 páginas! Muitas dessas páginas estão relacionadas à quantidade absurdamente alta de imagens usadas no livro. Outro ponto importante, o acabamento do livro é todo em papel couchê. Ficou animado para comprar? Agora vem a parte ruim da notícia, o livro está em italiano, custa quase 120 Euros (+/- R$ 250,00!) e o autor só faz a venda por transferência bancária. Ou seja, para quem mora no Brasil e não fala italiano, a compra fica um pouco complicada.

Mas calma, nem tudo está perdido, ao que parece o autor está trabalhando em uma versão para a língua inglesa, que provavelmente ficará pronta apenas em setembro desse ano.

Se você quiser ter uma idéia sobre como é o livro, a análise que o artista 3d chamado Francesco Legrenzi publicou em seu fórum está em inglês, nela ele passa por todos os capítulos explicando como o livro aborda cada parte do V-Ray. A análise por si só, já é muito boa, mostra várias imagens dos projetos abordados no livro e deixa qualquer pessoa curiosa para saber o que mais pode encontrar no guia.

Para quem tiver curiosidade em ler a análise, pode visitar a página da análise aqui. O livro está dividido nos seguintes capítulos:

  • Capítulos 1 e 2: Introdução e história da computação gráfica
  • Capítulos 3 e 4: Conhecendo o V-Ray
  • Capítulo 5: Materiais no V-Ray
  • Capítulo 6: Câmeras e luzes no V-Ray
  • Capítulo 7: Objetos e ambiente virtual
  • Capítulo 8: Elementos de renderização
  • Capítulo 9: Atualizações

Maiores informações sobre o livro, assim como fotografias do mesmo podem ser encontradas nesse endereço.

Livro V-Ray

Nessa mesma página existe um link para fazer download de um arquivo PDF com cinco páginas extraídas do livro, para que alguém interessado na compra possa avaliar a diagramação e organização do conteúdo.

E em português? Será que um livro sobre V-Ray seria viável comercialmente? Acredito que sim, a base de usuários de 3ds Max e V-Ray no Brasil é relativamente grande. Ainda existem algumas ferramentas como o V-Ray e Maya sem boa documentação em português. Está ai uma boa oportunidade de escrever novos títulos. Mas antes preciso me dedicar a mais um projeto com o Blender 3D.

Mesmo que você não tenha interesse em comprar o livro, visite a análise do mesmo. O material é interessante e mostra várias telas de configuração do V-Ray.

2017-04-11T10:58:11+00:00 By |3D, Livros, Maquetes Eletrônicas|4 Comentários

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

4 Comentários

  1. Thiago Sá 27/03/2008 em 11:30 pm

    Saudações Allan Brito, quanto tempo…

    Faz tempo que não visito o blog, por – redundância – absoluta falta de tempo :), e porque estava sem internet até o momento… Vejo que o conteúdo continua excelente, e a atualização constante, não sei como encontra tempo.

    Sobre o livro “V-Ray, La Guida Completa”, o conteúdo parece excelente, não deixe de postar aqui quando sair a versão em inglês, certamente vou comprar! Pretendo aprender sobre o renderizador… A propósito, o V-Ray difere muito do Mental Ray, existe algum motivo particular que torne-o uma escolha freqüente para renderings arquitetônicos? Já me disseram que Mental Ray e Render Man são renders equivalentes – e concorrentes – mas e V-Ray, por que ele e não o render nativo do Max para vizualizaçãoes arquitetônicas? Deixo esta sugestão para um artigo, agradecido…

  2. Patricia Cresoni 20/06/2008 em 4:10 pm

    Ol,gostaria de saber como posso obter esse livro de vray?
    tem em portugues?
    grata
    Patricia

  3. Ricardo 21/08/2008 em 2:00 pm

    Boa tarde!
    Gostaria de uma informação, esse livro do V-Ray 1.5, como posso adquirílo, e tem em Português ?

    Obrigado

  4. paulo cesar 25/01/2014 em 3:24 pm

    Boa tarde fiquei muito interessado sobre esse livro, como eu posso adquirílo e se tem em portugues? Obrigado

Deixar Um Comentário