Tutorial Fusion 5: Vegetação em ambientes 3D com partículas

Qual a melhor maneira de criar vegetação em ambientes 3d? Essa é uma das muitas dúvidas que pairam sobre os artistas que precisam elaborar animações ou cenas, que envolvem o uso de grande quantidade de vegetação. Alguns deles partem para soluções mais drásticas, como modelar a vegetação, mas logo descobrem que isso consome uma quantidade absurda de recursos do computador, fazendo o tempo de render inviabilizar qualquer projeto. Quem tiver um pouco de paciência para pesquisa, encontra várias técnicas inteligentes de simular vegetação em ambientes 3d ou softwares que ajudam nessa tarefa.

No Blender temos agora o script Trees from curves, que possibilitou a criação das florestas e vegetação que aparecem na animação Big Buck Bunny. Para os usuários de outras ferramentas 3d, existem várias opções e softwares. Uma das mais conhecidas técnicas para representar árvores e vegetação é aplicar um mapa, ou imagem, de uma árvore em um plano e usar um mapa de opacidade, para deixar apenas as áreas com a foto da árvore visíveis.

Para ilustrar bem essa técnica, encontrei um excelente tutorial sobre o Fusion 5, ferramenta que é um mix entre plataforma de modelagem 3d e composição. Nele o autor realiza essa mesma operação para simular vegetação.

Tutorial Fusion 5

O tutorial está em vídeo, com resolução excelente. Para quem não conhece o Fusion, o vídeo é uma ótima oportunidade de aprender um pouco mais sobre essa poderosa ferramenta, pouco utilizada no Brasil, mas com grande aceitação em outros países. Como você deve perceber pelo vídeo, o Fusion tem um sistema de funcionamento semelhante ao Blender e outras ferramentas 3D. O Autor faz uso intensivo de nós, em um sistema parecido com o Outline para determinar sistemas de emissão e posicionamento de partículas e outros elementos da cena.

As partículas que citei são usadas para criar uma área com vegetação densa, usando a mesma técnica citada no início do artigo, em que o artista aplica um mapa com a imagem de uma árvore em um plano, para depois com um mapa de opacidade remover a parte opaca da superfície. Nesse caso, o artista mostra como usar as ferramentas 3d do Fusion, para com as partículas realizar a mesma operação em vários planos, com imagens diferentes com o objetivo de criar uma região com vegetação densa.

Depois que os planos com as árvores estão devidamente posicionados, ele ainda usa as ferramentas do Fusion para adicionar neblina e Depth of Field na câmera, para que a cena fique ainda mais realista. O tutorial é muito bom e pode ser um desafio interessante, para artistas que usam ferramentas 3d diferentes tentem reproduzir a técnica em seus próprios softwares.

Se você usa Blender, está ai um ótimo exercício.

Para fazer o download do vídeo sobre Fusion, visite o seguinte endereço. Além do vídeo, o autor disponibiliza para download os arquivos das árvores usadas no tutorial.

Mas já vou avisando, são aproximadamente 150 MB. Apesar de ser grande, o conteúdo é muito bom!

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *