Apesar das ferramentas 3d hoje em dia oferecerem uma vasta gama de “facilidades”para que você possa fazer ou produzir uma animação, você deve ter consciência que muito do trabalhão ainda é manual, e depende na maioria das vezes na habilidade artística do animador. Veja o exemplo clássico do Biped do 3ds Max, que alguns usuários mais antigos devem se recordar como sendo o Character Studio, na época do antigo 3d Studio Max. O objetivo dessa ferramenta é oferecer ao artista um personagem bípede, com várias configurações e articulações prontas para animação.

Sempre que mostro esse tipo de ferramenta em aula, os alunos ficam muito animados. Principalmente quando eles conhecem a opção que permite configurar os passos do personagem e fazer com que ele ande de maneira automática, apenas ajustando a posição dos pés dele.

Isso é ótimo para fazer animatics, mas dificilmente um artista usaria configurações prontas para representar um personagem assim. Quer saber como essa ferramenta funciona?

Para exemplificar bem o funcionamento do Biped, encontrei um tutorial muito bom, dividido em duas partes. Nele um artista configura a animação de um personagem que precisa realizar um salto e agarrar uma barra, mas acaba caindo. No início do primeiro vídeo, antes de iniciar o tutorial o autor mostra o resultado final da animação.

Antes de assistir devo avisar, a narração do tutorial é em polonês polaco! Hein? Sim, o autor do tutorial é da Polônia, mas ele narra as ações do tutorial apenas nos primeiros minutos. Depois fica em silêncio e cria a animação.

Parte 1:


ANIMATION TUTORIAL PART1 from Lukasz Kubinski on Vimeo.

Parte 2:


Biped jump animation videotutorial part 2 from Lukasz Kubinski on Vimeo.

Repare que boa parte do trabalho ainda é manual, no primeiro vídeo podemos perceber que o personagem já aparece configurado e pronto para animação. Mesmo estando “pronto” ainda é necessário adicionar os keyframes e configurar os seus movimentos!

Os dois tutoriais juntos somam quase uma hora de trabalho, que foi acelerada para facilitar o aprendizado. Repare que depois de ligar o Autokey do 3ds Max o artista precisa ajustar o posicionamento e os keyframes do personagem diversas vezes, fazer testes e realizar correções no movimento para que a dinâmica fique da maneira como ele deseja.

Isso sim é um ótimo exemplo de animação!

Algumas pessoas ainda acham que existe um botão chamado CAI, que seria um acrônimo para Criar Animação Impressionante! Infelizmente esse tipo de ferramenta não existe e tomara que nunca seja criada, pois seria o fim da animação! Nenhum personagem teria características e nuances próprias.

Qual a moral da história? Mesmo sendo uma facilidade para animadores, as animações realizadas com qualquer ferramenta 3d, seja ela o Maya, 3ds Max, Softimage XSI ou Blender 3D requerem boa dose de ajuste manual.

A arte e prática do animador ainda são o diferencial!