Quando o projeto Apricot foi anunciado, muita gente torceu no nariz pelo fato da Engine usada no projeto ser o Crystal Space e não o próprio Blender 3D. Tudo isso tem uma razão e justificativa, o Blender 3D é uma suíte de animação e modelagem e não uma Engine para jogos. O objetivo da Game Engine é proporcionar um ambiente para prototipagem de jogos e animação interativa e não a criação de jogos comerciais.

Mesmo assim a “revolta” por parte de alguns usuários ainda continua. Mas, felizmente pelo estou vendo nas últimas versões usadas no projeto, a Game Engine assim como os blocos de lógica estão recebendo melhorias e novas opções.

Na última semana publiquei um artigo sobre o Grease Pencil, que mostra um ótimo exemplo de ferramenta desenvolvida em função do projeto. Mas, isso não é tudo, depois de investigar um pouco mais, descobri algumas opções novas em relação aos Blocos de lógica do Blender 3D, como mostram os exemplos a seguir.

Na parte dos sensores, não existem muitas opções novas. Pelo que pude identificar foi adicionado apena um botão chamado “Sta”, que quando acionado mostra apenas os sensores ligados a propriedades ativas dos objetos.

Os controladores receberam muitas opções novas, existe até uma opção de mascaramento, semelhante ao menu de camadas. Além disso, as opções de controladores aumentaram significativamente e pularam de 4 opções no Blender 2.46 para 8!

Na parte de “Actuators” as melhorias foram mais tímidas, e apenas duas novas opções foram adicionadas. A primeira opção nova se chama State que trabalha em conjunto com as máscaras dos controladores. Na segunda opção temos o Shape Action, que executa uma animação específica durante o jogo ou animação interativa.

Essas são algumas das melhorias, que estão já presentes na Game Engine, fora a visualização usando GLSL, sombras em tempo real e outras melhorias na modelagem 3D.

Parece que os mais pessimistas estavam errados em achar que a Game Engine não receberia melhorias.

Mesmo o Blender 3D não sendo uma plataforma para desenvolvimento de jogos, a qualidade das animações mostradas no projeto Apricot são impressionantes! Veja esse vídeo com uma demonstração da jogabilidade:


Apricot – Playable Demo! from Pablo Vazquez on Vimeo.

Mas e o Crystal Space? Qual o papel dele?

Para responder essa pergunta, veja essa simulação de água que já utiliza a Engine do Crystal Space:


Apricot: Crystal Space Water Simulation from Pablo Vazquez on Vimeo.