Clicky

Preview do Mudbox 2009 com uso intensivo da GPU

Uma dúvida comum aos usuários que estão começando a trabalhar com computação gráfica é sobre o hardware para esse tipo de atividade. Para ser sincero, até pouco tempo atrás um item que considerava dispensável nessa prática era uma placa de vídeo poderosa, que na grande maioria dos casos ajudava apenas no render em tempo real, usado para jogos. Mas, com o advento de tecnologias de visualização em tempo real e o incrível avanço das GPUs nos últimos anos, esse item começa a ser fundamental para quem precisar pré-visualizar modelos 3d cm texturas direto na Viewport do seu software 3d preferido.

Veja o exemplo do Blender 3D com o seu recém criado sistema de visualização baseado em GLSL, que exige da placa de vídeo o suporte a esse tipo de tecnologia. Se a sua placa for um pouco mais antiga, esqueça, não será possível usar esse recurso.

Quer um exemplo do poder que uma boa placa de vídeo, com uma GPU mais atualizada pode fazer? O pessoal da Autodesk preparou um pequeno vídeo de demonstração, do que está sendo desenvolvido para a próxima versão do Mudbox. Para acessar o artigo completo, com a descrição dos recursos, visite esse endereço e assista ao vídeo que está na parte inferior da página.

Aqui vai uma pequena lista resumida das melhorias citadas no artigo:

  • Eles estão chamando essa nova versão apresentada no artigo como Mudbox 2009
  • O foco dessa versão é no desempenho, com várias ferramentas, como o pincel para escultura, foram reformulados do zero
  • A ferramenta estará otimizada para usar ao máximo os processadores de múltiplos núcleos, tanto da CPU como da GPU
  • Pelas configurações e exemplos mostrados no vídeo e na página, a ferramenta deve suportar bem modelos extremamente complexos, que exigem muito do hardware

Quando você assistir ao vídeo, se prepare para encontrar um exemplo fantástico do que pode ser feito com uma GPU poderosa, que é a sensação de estar esculpindo um modelo renderizado! No vídeo um artista usa o Mudbox, com várias opções de pré-visualização acionadas, como a simulação de sombras, materiais e texturas com especularidade e outros atributos que geralmente só vemos no Render final.

No final do vídeo, eles ainda mostram a manipulação da fonte de luz, e até mesmo adicionam uma imagem HDRI para iluminar a cena, que dá um resultado ainda mais realista ao modelo.

Agora vem a parte divertida, para a demonstração do vídeo, o pessoal da Autodesk usou um computador com Windows de 64 bits, 8 GB de RAM e uma Nvidia Quadro FX 4600 no vídeo.

Bem, está decidido então, da próxima vez que trocar de computador devo procurar uma placa de vídeo mais poderosa. Qual? Não sei ainda, mas com certeza será da NVidea. O último computador que comprei tem uma placa da ATI que simplesmente não funciona com o Blender, seja no Windows ou Linux. No Ubuntu até que fica melhor, mas mesmo assim não é perfeito, linhas tracejadas na seleção de objetos e péssima visualização.

2017-04-11T10:34:11+00:00 By |Modelagem 3D|6 Comentários

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

6 Comentários

  1. Fabio 18/07/2008 em 7:29 pm

    nossa!!! 25mi de quad e roda lizinho!!

    qto será q custaria uma maquina dessas?
    locura..o futuro vai ser isso mesmo, esse negocio de ter que renderizar pra ver como ta ficando vai ser piada no futuro, o render vai ser só um ultimo ‘pass’.

  2. Yorik 18/07/2008 em 8:18 pm

    Eu também tenho uma ati, mas é a última vez… No windows funciona mais ou menos bem, mas o no linux é terrível, cada nova versão do driver traz tantos bugs novos quanto resolve os antigos… A ati também está “patrocinando” um driver opensource, mas as expectativas são que vai demorar mais uns anos para chegar ao nível dos drivers proprietários…

    A nvidia também não é sem problemas, mas para linux é a única marca de hardware que oferece uma performance 3D muito boa…

  3. Maxwell Barbosa Mdeiros 19/07/2008 em 1:48 pm

    Como sei se a placa suporta o glsl ?

  4. dibrioli 20/07/2008 em 7:49 pm
  5. rodrigo 28/10/2008 em 10:16 pm

    autodesk e seu zoião

    Ainda não fui com esse programa
    zbrush é MUITO melhor

    -leve!!!
    -pratico!
    -com mais recursos!
    -site educativo e sempre atualizado!

    mudbox fica no chinelo!

  6. rodrigo 28/10/2008 em 10:24 pm

    mesmo assim mudbox 2009 ta bem melhor do que seu sucessor antecessor

Deixar Um Comentário