Clicky

Linux domina na produção de animações computadorizadas e efeitos

Uma coisa que muitos artistas iniciantes na área de computação gráfica não sabem é que, boa parte dos grandes estúdios de animação usa plataformas Linux para produzir seu material. Sim, aquelas animações que você assiste no cinema são na sua maioria totalmente elaboradas em ambientes Linux, por vários motivos, como a estabilidade e a possibilidade de personalizar o sistema, para atender demandas específicas de cada estúdio durante um grande projeto. Para saber mais sobre o uso do Linux em estúdios de animação, recomendo uma visita ao web site chamado de Linux Movies, que reúne informações muito interessantes sobre esses projetos.

Entre os materiais que podemos encontrar no Linux Movies, existem listas com os softwares usados nos estúdios, assim como alguns dos pontos chave do Linux, que fazem com que vários deles usem esse sistema operacional.

O uso do Linux nesse tipo de sistema é o que faz com que empresas como a Autodesk e SideFX, desenvolvam versões especiais do Maya e Houdini respectivamente para o ambiente Linux. Esse mercado é muito grande e praticamente dominado por esse tipo de ferramenta. Mas, aguarde por novidades em relação ao Blender nesse mercado, pois o Big Buck Bunny direcionou a atenção dessas empresas para o potencial criativo do Blender. O melhor de tudo é que o Blender já roda de maneira nativa no Linux.

Outras ferramentas como o 3ds Max, muito dificilmente devem rodar no Linux de maneira nativa. Quando ele foi desenvolvido, a Autodesk usou muito da tecnologia do Windows NT na época. Isso marcou a migração do 3d Studio para a o chamado 3ds Studio MAX na época.

Quer alguns exemplos de estúdios que usam Linux?

  • Dreamworks
  • ILM
  • Pixar
  • Digital Domain
  • Weta Digital

Todos esses estúdios usam Linux.

Não deixe de conferir o arquivo PDF, disponível na página inicial do sistema que é a representação de uma apresentação em slides, de uma palestra que o fundador do site ministrou sobre o tema. Como qualquer boa apresentação em slides, ela acompanha dados estatísticos e muitas imagens sobre o tema. Uma delas é até usada para ilustrar o artigo.

Bem, você não vai aprender nenhuma técnica nova, mas vai perceber que muito provavelmente precisará usar Linux para produzir animações de alto nível. Você já sabe usar ele? Quem sabe esse é o momento de começar? Se você aceitar minha sugestão, recomendo a dobradinha Blender e Ubuntu.

Junto com o Ubuntu, você ainda pode fazer a instalação do Houdini Apprentice para estudar, que é disponibilizado em versão para Linux também.

2017-04-11T10:34:04+00:00 By |Animação, Blender 3D|3 Comentários

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

3 Comentários

  1. evandro 23/08/2008 em 7:06 pm

    E verdade adotei e não me arrependi alias para quem gosta de efeitos 3d a digital domain tem umas coisas bem legais no youtube

  2. Jansen Bispo 25/08/2008 em 10:28 am

    Pra mim é uma grande surpresa este tópico pois eu sempre imaginei que o Mac fosse o dominador nesta área. Fico feliz em saber que o Linux está avançando em muitas áreas inclusive esta. Eu estou usando o Ubuntu 8.04 e já consegui migrar praticamente 90% do que fazia no Xp para o Linux, o restante ainda estou pesquisando como fazer.
    Só achei um problema até agora que foi o problema de usar o Blender com os recursos do Compiz ativados, ainda não consegui achar uma solução para isto. Do restante o Linux é realmente espetacular.

  3. Andreadz 14/01/2009 em 2:06 pm

    Também achava que o Mac era o cara para este tipo de produção, migrei para o Linux recentemente, me surpreendi e não me arrependo! uso o Fenix revolution e acho muito dificil voltar para o velho Windows!

Deixar Um Comentário