Download gratuito de guia sobre a integração entre ZBrush, 3ds Max e Blender 3D

A quantidade de ferramentas 3d e softwares especializados em modelagem ou composição hoje em dia é tão grande, que muitas pessoas e empresas preferem uma suíte de animação com sólidas opções de integração, para poder importar uma grande gama de arquivos diferentes. Dentre as suítes 3d, uma das ferramentas de maior destaque pela sua compatibilidade é o Softimage XSI. Bem, esse artigo não é sobre o Softimage XSI, mas sim sobre a integração entre diferentes ferramentas. O ZBrush é sem dúvida o software especializado em escultura digital mais famoso entre artistas 3d, a Autodesk trabalha muito para colocar o Mudbox nesse patamar, mas o ZBrush tem vários artistas dedicados e fieis a ferramenta.

Agora, apesar de ser fantástico o ZBrush não faz tudo sozinho. Para elaborar um trabalho mais completo, com animação e outros elementos mais avançados é necessário usar outras ferramentas. Se você quiser aprender como é feita essa integração, usando o 3ds Max e o Blender 3D, um artista chamado Adam, publicou nos fóruns da ZBrush Central um guia em PDF com 35 páginas, mostrando o processo completo.

O artista escreveu o guia, para mostrar a todos como é possível elaborar uma escultura no ZBrush e renderizar o modelo 3d no 3ds Max, usando o mental Ray como renderizador. O download direto do guia pode ser feito nesse endereço, mas como o link não é de minha propriedade, caso algum problema aconteça no download, visite esse post no ZBrush Central para acompanhar possíveis atualizações no download.

Mas e o Blender? Nesse guia, o Blender foi usado para gerar o mapeamento UV da escultura digital. Na verdade o uso do Blender 3D nesse guia foi condicionado pelo desconhecimento do artista, sobre o mapeamento UV em outras ferramentas. Mesmo sendo desnecessário nesse caso, o uso de Blender no guia, mostra que será perfeitamente possível trabalhar a escultura no ZBrush e finalizar o modelo 3d no Blender 3D, renderizando com o YafaRay ou Indigo.

O guia está dividido nos seguintes capítulos:

  1. Escultura digital no ZBrush
  2. Mapeamento UV no Blender 3D
  3. Ajustando o mapeamento UV no ZBrush
  4. Pintando a textura no Photoshop
  5. Renderizando com Mental Ray no 3ds Max

Cada um dos capítulos é muito bem ilustrado. Para as pessoas que têm interesse em aprender o funcionamento do ZBrush, principalmente à integração com outras ferramentas, o guia é de grande auxílio.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *