Distribuição de texturas usando Scripts no Maya

Qual a utilidade em conhecer e aplicar scripts no seu cotidiano como artista 3d? Esse é o tipo de pergunta que muitos artistas iniciantes se fazem ao começar os seus estudos, pois no meio da parte artística do processo aparece alguém falando que eles precisam aprender lógica condicional, estruturas e repetição e outros assuntos relacionados a programação. Será que e realmente necessário? Para exemplificar o quanto esse tipo de conhecimento pode salvar tempo de produção e literalmente, fazer com que você tenha seu projeto terminado em menos tempo, encontrei um tutorial sobre o uso de Scripts em MEL no Maya.

O tutorial está em Frances, mas não é nada que o Google não possa resolver.

unfoldLogic02

Para quem conhece o Maya, fica a dica sobre como usar esse tipo de script para distribuir texturas em objetos, e os que não conhecem podem se inspirar a estudar um pouco mais sobre Python, MAXScript ou outra linguagem específica da sua ferramenta 3d.

Esse tutorial é dividido em quatro partes, em que o artista é orientado a criar uma banca de revistas de que apresenta uma prateleira, semelhante a que vemos também em livrarias, para expor revistas. Até esse ponto não há dificuldade técnica alguma, na verdade o objeto como um todo é bem simples de criar. O problema aparece, quando é necessário adicionar texturas aos modelos 3d que representam as revistas.

Como esses modelos estão em grande quantidade na prateleira, caso o artista fosse configurar todos manualmente, seria necessário ajustar as texturas para cada um dos planos. Mas, ao invés disso ele usa um Script em MEL que usa como base uma textura já aplicada, para depois pegar um padrão com o nome do arquivo da textura, com o nome do objeto para fazer várias cópias.

Isso é feito com uma estrutura de repetição simples, que existe em praticamente todas as linguagens.

Para consultar o Script, use o arquivo original, pois o Google traduziu os termos do Script e caso você venha a utilizar o mesmo texto, uma mensagem de erro vai aparecer no Maya.

Espero que com isso, você tenha percebido como é importante, em algumas situações, conhecer esse tipo de artifício para acelerar o processo de criação.

Quando o assunto é 3D, muitas vezes o lado artístico precisa se integrar com a parte mais técnica, para criar de maneira mais rápida.

Caso você queira, consulte as outras páginas do tutorial que são muito boas também.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *