Artigo compara comandos e ferramentas do AutoCAD e VectorWorks

O uso do AutoCAD como ferramenta de desenho técnico no nosso país é quase uma unanimidade, claro que muito disso é pela qualidade do software, que realmente é muito bom. Mas, outra face dessa moeda é a simples falta de informação de muitas pessoas e profissionais que tem medo de migrar, e não conseguir mais criar seus projetos em CAD. Quer um exemplo disso? Certa vez fui visitar um escritório de design de móveis, em que no mostruário da loja, todas as pessoas que faziam o atendimento e projetos, usavam iMacs para atender aos clientes. Isso no mostruário, pois na parte de projetos o empresário teve que comprar PC`s para instalar versões do AutoCAD, pois ele só conseguia profissionais com conhecimento em AutoCAD.

Isso acaba se tornando um ciclo vicioso, as empresas só têm pessoas que conhecem o AutoCAD, com isso as escolas de design e assuntos envolvendo projetos só ministram aulas de AutoCAD para seus alunos. Não tenho absolutamente nada contra o AutoCAD, mas isso não é nada bom.

Para os que querem migrar do AutoCAD para outra ferramenta, um dos maiores desafios é se adaptar a uma nova ferramenta. Uma das opções para migrar é o ArchiCAD que é especializado em projetos arquitetônicos, mas também existe o excelente VectorWorks, muito conhecido na área de projetos para arquitetura também.

Na semana passada, encontrei um ótimo artigo que faz uma comparação de termos e ferramentas, usadas no AutoCAD e no VectorWorks para ajudar qualquer pessoa interessada em migrar entre as ferramentas. Se você quiser ser um profissional completo, o ideal mesmo é conhecer o funcionamento básico de um software de CAD, para se adaptar a qualquer uma das ferramentas, com essa tabela você pode começar a ampliar seus horizontes.

090-xxxx-xxxx CAD rendering

No artigo é possível encontrar diferenças sutis para a mesma ferramenta. Por exemplo, no AutoCAD temos o famoso Osnap que são aquelas funções especiais responsáveis por “capturar” determinados pontos de um elemento do desenho, como o Endpoint ou o Midpoint. O VectorWorks também apresenta esse tipo de ferramenta, mas lá ele se chama Constraint, que é um termo mais usado em animação 3d, mas representa a mesma funcionalidade do osnap.

Outro comando famoso do AutoCAD é o Pedit, responsável por editar polylines, também está no VectorWorks sob o nome de 2D Re-shape tool.

Esse tipo de diferença deixa qualquer artista ou desenhista em CAD extremamente confuso. A mesma coisa acontece com o ArchiCAD.

Para quem não conhece esse tipo de terminologia, o artigo é interessante por mostrar as grandes diferenças existentes entre softwares com a mesma função. Os profissionais ou estudantes que pretendem migrar, ou aprender uma nova ferramenta de desenho, podem usar o artigo como guia nos estudos.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

2 comentários sobre “Artigo compara comandos e ferramentas do AutoCAD e VectorWorks”

  1. Olá! Allan,

    Ótimo achado e melhor ainda a publicação do mesmo. Incrível outro dia estava pensando exatamente sobre isto.
    Comandos semelhantes em programa diferentes.
    Muito bom! Valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *