Programa de incentivo a animação nacional do governo federal

Uma coisa que acredito ser unanimidade entre as pessoas que gostam e pretendem trabalhar com animação, ou computação gráfica 3d; todos gostariam de um dia viver apenas da produção de animações. Tudo no melhor estilo Pixar ou DreamWorks, trabalhando apenas no desenvolvimento desse tipo de conteúdo e tendo reconhecimento do público pela excelência do trabalho. Tudo isso é muito bonito, mas aqui no Brasil é difícil trabalhar e criar esse tipo de conteúdo.

O problema é transformar esse tipo de atividade em um negócio, para poder fazer investimentos e contratar pessoas com talento para formar uma boa equipe. Isso não é encarado como investimento aqui, mas sim como uma atividade cultural, sem nenhum ou pouco retorno financeiro.

Para tentar impulsionar um pouco mais o desenvolvimento de empresas e projetos que envolvam a animação, aqui no Brasil, o governo federal publicou uma portaria muito interessante no diário oficial da união, no último dia 13/10. Essa portaria trata da criação de um programa nacional de fomento a animação brasileira.

Keytoon Animation Studio 02

Se você quiser ler o texto completo no diário oficial, esse link leva direto para a página em que foi publicado o decreto 68, que anuncia o projeto.

Em que isso pode ajudar na produção nacional? Esse tipo de iniciativa pode ajudar, direcionando recursos financeiros para a criação de projetos de animação no Brasil.

Ainda é cedo para entrar em detalhes, sobre como proceder para se candidatar ao projeto, mas esse tipo de iniciativa é muito interessante. Aos que pretendem se organizar para tentar um projeto como esse, alguns pontos que devem ser levados e consideração, na hora de formular um projeto para tentar participar do programa:

  • Deixe bem claro o objetivo do seu projeto. Por exemplo, o projeto leva a reflexão de algum tema polêmico? Faz alusão ao aquecimento global? Enfim, ele precisa de um objetivo claro!
  • Tente elaborar um projeto sério e que leve em consideração temas da cultura brasileira ou da sua região
  • Tenha um bom plano financeiro para a produção da animação. Quais os custos do hardware? Software? Pessoal envolvido com a animação? Instalações físicas? Aluguel? Impostos?
  • Tente usar software livre! Sim, o governo incentiva o uso desse tipo de software, pois assim o dinheiro investido na compra de software não é destinado ao desenvolvimento de produtos “estrangeiros”. Não é xenofobia não, isso é apenas um incentivo para que o conhecimento e royalties do projeto fiquem no Brasil. Nesse ponto o Blender 3D é perfeito para esse tipo de projeto!
  • Tenha um script pronto, com o enredo da animação bem elaborado! Para isso não é necessário muito investimento financeiro, apenas tempo e criatividade.

Tem mais uma coisa, muito provavelmente apenas pessoas jurídicas podem participar desse tipo de iniciativa. Como você pode perceber a coisa não é tão simples assim. Os desafios são enormes, mas com esse tipo de incentivo e um pouco de criatividade, o sonho de trabalhar com animações pode virar realidade.

Ficou interessado? Assim que tiver mais informações sobre o projeto divulgo aqui no blog.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

5 comentários sobre “Programa de incentivo a animação nacional do governo federal”

  1. Valeu pela dica Allan! Mas o link para a página com os detalhes do incentivo não está funcionando…

  2. Oi Marcelo,

    Depende do sistema que você está usando.

    Fiz testes aqui antes de publicar, só abriu o link no windows com Adobe Acrobat Reader instalado. Não consegui visualizar no Mac Os X e nem no Ubuntu.

    Talvez seja isso.

    Abraços

  3. Hmmmmmm… desculpem, mas vou ser chato…
    A intenção é louvável, mas de boas intenções o Inferno está cheio!

    Ainda não vi o que de novidade essa idéia traz para o árduo dia-a-dia de quem produz cultura no nosso país. Pelo que vejo, nós vamos continuar vendo filmes brasileiros de 15 minutos de nomes de ‘Patrocínio’…..

    Esse é um assunto de iniciativa empresarial. E, pensando bem, qual empresa iniciante tem sido bem tratada pelo nosso governo? Não apenas na área de cultura, mas em praticamente todas as outras áreas, a burocracia e os impostos abusivos massacram as boas idéias surgidas em solo tupiniquim. Na minha humilde opinião, aí é que está o cerne da questão.

    De toda forma, você faz bem em divulgar o que está sendo proposto. Obrigado e parabéns pelo blog, muito informativo!
    Acabei de conhecer e já está ‘favoritado’!!! =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *