Tutorial sobre o uso do GLSL do Blender 2.48 para visualização arquitetônica

Os tutoriais com o uso dos novos recursos do recém lançado Blender 2.48 começa a aparecer na internet, mostrado a utilidade de algumas ferramentas até agora pouco conhecidas por muitos usuários. Uma dessas ferramentas é a nova opção de visualização em tempo real de sombras e materiais, o GLSL. O que é realmente possível fazer com isso? Só os desenvolvedores de jogos podem aproveitar essa ferramenta? Muitos dos meus alunos me fazem esses questionamentos, sem saber muito bem as maneiras de aplicar o GLSL no seu cotidiano de trabalho e aproveitar a ferramenta nos seus projetos.

Um tutorial muito interessante, mostra como usar o GLSL do Blender 2.48 para visualizar modelos 3d na Game Engine, com foco na visualização de projetos arquitetônicos.

O tutorial é bem simples e mostra o poder do GLSL. O objetivo do tutorial é criar uma animação interativa, usando a Game Engine do Blender, para demonstrar a um possível usuário a organização e detalhes de um conjunto de prédios ou edificações. Tudo isso com o uso de iluminação realista e texturas, para simular o efeito da iluminação nas edificações.

Como o tutorial é muito mais baseado em imagens que texto, acredito que o fato dele ser escrito em inglês, não será problema para as pessoas que não gostam ou evitam material, por dificuldades com a língua.

O primeiro passo do tutorial é a modelagem 3d, descrita de maneira bem rápida e objetiva. Como o autor queria apenas demonstrar o GLSL, foi usado um cubo com pequenas deformações e copiado várias vezes com o modificador Array. Depois que os objetos estão distribuídos no cenário, as texturas para as sombras de contato, geradas pela iluminação com o Ambiente Occlusion do Blender e as sombras, da fonte de luz usada para a cena são “gravadas” nos objetos, no processo chamado de Baking.

Caso você não lembre, o processo de Baking do Blender é controlado no painel scene.

No final do tutorial é possível perceber a vantagem e realismo resultante da cena, quando são exibidas imagens de uma animação interativa na cena. Mas e o GLSL?

Mesmo com o tutorial focando muito no processo de Baking, o GLSL é usado no tutorial para demonstrar pequenas alterações na iluminação e materiais da cena, que não influenciem no posicionamento dos principais pontos de luz da cena. Sei que não é um exemplo completo, mas pode ajudar na compreensão de como funciona e os benéficos da ferramenta, para esse tipo de projeto no Blender 3D.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

5 comentários sobre “Tutorial sobre o uso do GLSL do Blender 2.48 para visualização arquitetônica”

  1. Será que o GLSL pode ser aplicado em métodos de renderização via GPU? Acelerar o tempo de render, efetivamente?

  2. Alan, quando puder, será que você pode postar alguma coisa sobre o sunflow ?

  3. Olá grande Allan, sou fan do seu trabalho garoto. Mim mantenho informado apartir do seu trabalho.

    Tentei entrar em contato contigo pelo Formulario de contatos mais não tive sucesso.

    Eu teria algumas duvidas relacionadas ao game engine do Blender. Seria possível ajudar?

    Fico grato.
    Abraços
    Marcelo Wanderley

  4. Pingback: GLSL do Blender 2.48 « netCAD 3D
  5. Ola salve salve, sou vitor de salvador adoro o blender engine a tenpo q procuro uma video aula como colocar particulas no blender engine, to criando um game basico e quero criar efeitos particulas, e nao sei como. se puder ajudar manda pro meu email ok uma video aula ou tutorial (vitorsimyos@hotmail.com) agradeço…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *