Clicky

Exemplo de iluminação com três pontos para fotografia e ambientes 3d

As técnicas de iluminação para ambientes virtuais são muito parecidas com o que os fotógrafos e cenógrafos de teatro usam, por isso estou sempre recomendando aos meus alunos, um curso de fotografia como complemento ao aprendizado de iluminação. Uma das técnicas mais usadas em fotografia e em 3d é a iluminação com três pontos. Esse tipo de iluminação é próprio para iluminar personagens ou objetos em foco pela câmera, sendo que a sua aplicação para cenários mais amplos é um pouco limitada.

Depois de pesquisar um pouco, para tirar uma dúvida de um dos meus alunos, encontrei um vídeo que mostra o teste de um sistema real de iluminação com os três pontos de luz.

O vídeo é muito instrutivo, mesmo não sendo diretamente relacionado com modelagem 3d ou renderização, ele mostra o comportamento dos pontos de luz e as diferenças, entre as configurações no mundo real.


3 Point Lighting with Eddy! from Karen Abad loves Dinosaurs. on Vimeo.

O personagem usado no vídeo não é bonito, mas vale pelo exemplo.

Nesses sistemas com três pontos de luz, existem as seguintes luzes:

  • Key Light: Essa é a luz principal do sistema, ela deve ser uma luz forte para gerar a maior parte da iluminação. Como a fonte de luz é forte, o personagem ou objeto fica com um lado da sua superfície muito bem iluminado, e outro com áreas de sombra intensa.
  • Fill Light: A intensa sombra gerada pela Key Light é compensada pela Fill Light, que tem como objetivo iluminar as áreas com sombras fortes. Essa luz deve ser mais suave e dispersa que a Key Light, para poder completar bem a iluminação no objeto.
  • Back Light: As duas luzes anteriores são frontais ao objeto, deixando a parte posterior sem iluminação. Para amenizar isso, um ponto de luz chamado de Back Light é posicionado na parte posterior, para completar a iluminação.

Mesmo que você não entenda as explicações no vídeo, repare nas diferenças de iluminação, indicadas no vídeo com textos.

O vídeo não borda o uso de cores nas luzes, mas esse é um artifício muito comum também para atribuir um ar mais dramático a cena, quando o artista 3d precisa ter mais controle sobre a iluminação. Com isso em mente, você pode usar o seu software 3d favorito para realizar testes! Os fotógrafos precisam de um espaço real e pontos de luz para praticar, os artistas 3d têm a vantagem de possuir uma ferramenta que permite realizar simulações e testes de maneira ilimitada!

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um Comentário

  1. Evandro 18/11/2008 em 2:26 pm

    legal cara mas tambem em 3d posso fazer com que o obj emita luz o que no meu ver é muito util pois no mundo real é o que acontece

Deixar Um Comentário