Modelando e renderizando um relógio no 3ds Max e V-Ray

Você pode até mesmo achar que as únicas pessoas que se beneficiam com o uso de softwares 3d são os animadores, profissionais de cinema e da construção civil. Mas, todos os profissionais de design de produto não conseguem mais trabalhar sem um software de modelagem, que possa criar visualizações rápidas das suas idéias. Nos cursos de desenho industrial que conheço, softwares como o Rhino 3D são usados para elaborar esse tipo de modelo, pela facilidade que a manipulação de curvas em NURBS oferece aos designers.

Outra vantagem do Rhino é a grande quantidade de opções de precisão, diferente de softwares como o 3ds Max ou Blender, que são voltados para a apresentação visual, em que o mais importante é a proporção.

Se você quiser realizar um ótimo tutorial, mostrando todos os passos necessários para modelar e renderizar um relógio, que é um objeto demasiadamente complexo para produção em 3d, principalmente se a pulseira do relógio apresentar muito detalhes, um tutorial nos fóruns do 3D Total mostra muito bem o processo.

O tutorial foi desenvolvido totalmente no 3ds Max e renderizado com o V-Ray, mas ele pode ser útil para outros artistas também, pois nenhuma das ferramentas usadas para a modelagem é exclusiva do 3ds Max. Por exemplo, mesmo que o seu software não tenha o modificador FFD do 3ds Max, você pode muito bem substituir esse modificador pelos Lattices que estão presentes na maioria dos softwares 3d.

A modelagem do relógio é até simples, tudo baseado em operações de duplicação e posicionamento de geometria, que faz a parte de modelagem 3d realmente ficar universal.

Já os parâmetros de renderização com o V-Ray ficam um pouco difíceis de reproduzir em outro software, mas vale pelo conhecimento adquirido nos materiais e configuração do cenário. Na parte dos materiais podemos destacar a criação e configuração de materiais do tipo Ray tracing, com altos níveis de reflexão especular.

O resultado final do tutorial é mostrado na imagem abaixo:

Como o tutorial está em texto e com muitas imagens ilustrando processo, mesmo para as pessoas com dificuldade no inglês, não será difícil de seguir o material.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *