Tutorial de modelagem 3d por subdivisão de uma nave espacial

Ainda acho incrível que muitos artistas e pessoas que trabalham com modelagem 3d, principalmente os envolvidos com softwares como o Blender 3D, não tenham conhecimento ou curiosidade de tentar usar o Wings 3D. Ele é uma das melhores ferramentas de modelagem por subdivisão, e em alguns casos uma ótima opção para modelar objetos que seriam complicados de trabalhar com o Blender. Como assim complicados? O Wings aceita um tipo de objeto para o qual o Blender 3D ainda não está preparado, as chamadas N-Gons. Uma N-Gon nada mais é que uma face com mais de quatro lados.

Como o Blender não aceita esse tipo de objeto, o resultado é que você precisa planejar um pouco mais a modelagem 3d por subdivisão, para evitar que a topologia do modelo 3d fique desorganizada e cheia de faces triangulares. O Wings 3d consegue gerar esse tipo de face de maneira nativa, e com isso o artista iniciante não precisa se preocupar tanto com a organização da malha.

Um ótimo exemplo de como o Wings 3d pode ser usado para elaborar modelos 3d mais complexos é o excelente conjunto de vídeos abaixo, que mostra a modelagem de uma nave espacial usando subdivisão como base.

No tutorial é possível perceber que mesmo sendo um software simples e pequeno, menor ainda que o Blender 3D, o Wings é capaz de elaborar modelos 3d com níveis razoáveis de complexidade.

Mesmo que você não seja usuário do Wings ou tenha pretensões em usar o software, o tutorial pode ser aproveitado em outras ferramentas 3d, pois a técnica usada na modelagem por subdivisão é comum em praticamente todos os softwares 3d, como costumo dizer aqui no Blog. Para a modelagem da nave, o autor usa basicamente a criação de faces, arestas e vértices. Tudo combinado com a adição de cortes e ajustes no tamanho e posição dos objetos consegue elaborar a forma final do objeto. Uma das dificuldades em tentar reproduzir o tutorial é a ausência da imagem usada como referência para a modelagem, mas assim mesmo o exercício ainda é válido. Na pior das hipóteses, podemos usar a imagem de outra nave ou veículo.

O tutorial é composto por cinco vídeos, que perfazem quase 50 minutos de vídeo. Portanto, aproveite para assistir ao material quando você tiver um tempo, pois ele foi gravado em velocidade normal e não tem narração.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *