Clicky

Novidades sobre o desenvolvimento do Blender 3D 2.50

A Fundação Blender publicou no seu web site nesse final de semana, um artigo sobre o progresso e estado atual do desenvolvimento do Blender 3D 2.50. O Artigo é interessante, pois mostra em um único lugar o estado em que o software está, assim como exibe várias imagens da nova interface e algumas das ferramentas que devemos encontrar na ferramenta. A primeira coisa que podemos levar em consideração é o progresso do projeto, em relação as datas e previsões expostas no próprio artigo. Segundo o texto, o projeto está dividido em cinco fases que abordam respectivamente o redesign do sistema de janelas, adaptação do código antigo ao novo sistema, portar os editores e ferramentas para o novo sistema, redesign da nova interface e a criação de uma nova API para o Python.

O artigo comenta que as duas primeiras fases do projeto estão quase prontas, e a terceira tem aproximadamente 70% de progresso. As últimas duas fases do projeto devem consumir os trabalhos entre Março e Junho, o que deve fazer com que o Blender 2.50 seja lançado apenas em meados de Agosto ou no mais tardar Setembro. Nesses casos é interessante adicionar algumas semanas, como margem de segurança para o término do projeto, pois problemas podem acontecer.

Essa é uma imagem do estado atual da interface:

blender250-desenvolvimento

Na imagem é possível encontrar uma coisa que sempre foi muito desejada no Blender, que são as janelas flutuantes. Repare que a janela da Timeline está flutuando sobre as outras janelas, o que vai favorecer a edição de cenas complexas para os artistas que tenham múltiplos monitores e resoluções generosas.

Boa parte das atualizações é direcionada para o sistema de animação, que foi totalmente reformulado. Um dos objetivos do novo sistema é permitir que tudo no Blender possa ser animado, assim como acontece em outros softwares de animação. Por exemplo, ao selecionar um sistema de partículas ou modificador, adicionar keyframes ou simplesmente acionar uma opção de autokey e animar as propriedades do objeto ao longo do tempo.

Esse objetivo fez com que o sistema de IPOs fosse totalmente reformulado, assim como o Action Editor que se transformou realmente em um Dope Sheet completo.

Para conferir as novidades e o relatório sobre o desenvolvimento do Blender 2.50, visite esse link.

Um ponto que não foi comentado no artigo é a possível existência de uma versão intermediária do Blender, em que pessoas com interesse em criar ou melhorar ferramentas existentes na versão atual possam trabalhar. O Google Summer of Code 2009 deve estar sendo lançado em algumas semanas, será que os projetos serão desenvolvidos na versão em desenvolvimento do Blender 2.50?

2017-04-11T10:33:02+00:00 By |Blender 3D|3 Comentários

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

3 Comentários

  1. leonardo sant´ana ed souza 24/02/2009 em 12:00 am

    ta ficando bom !! !as janelas flutuantes sao um adianto!! E o renderizador interno ? sera que muda mesmo alguma coisa!!???

  2. Allan Brito 24/02/2009 em 7:27 am

    Ainda acho que o renderizador interno deve demorar para mudar.

    A versão 2.50 só altera a parte da interface mesmo e os controles de animação.

    Abraços

  3. O Blender 3D 2.50 « netCAD 3D 25/02/2009 em 6:36 am

    […] clipped from http://www.allanbrito.com […]

Deixar Um Comentário