Clicky

Silicon Graphics tem pedido de falência

Essa semana uma das empresas que teve maior contribuição para o desenvolvimento da computação gráfica como conhecemos, em termos de desenvolvimento de hardware e software foi a falência, e deve ser vendida para sanar as dívidas. Para quem começou a trabalhar com computação gráfica 3d nos últimos 3 anos, o nome Silicon Graphics deve soar estranho, pois hoje a sua participação no mercado é ínfima. Até o início dessa década, qualquer pessoa que precisasse de soluções de computação gráfica 3d para animação ou manipulação de grande quantidade de dados, necessariamente precisaria usar uma estação gráfica SGI.

Posso dizer que desde quando comecei a me interessar por computação gráfica 3d, lia reportagens e matérias em revistas e web sites relacionados ao assunto, mostrando como essas estações dava suporte a criação de efeitos em filmes e até mesmo para a Pixar por certo tempo.

O2

Mas, o que aconteceu? Qual o motivo que fez a Silicon Graphics passar por dificuldades pela segunda vez? Sim, eles já tinham enfrentado problemas em 2006.

O que decretou o fim do reinado da SGI na área de computação gráfica 3d, foi o desenvolvimento espantoso do PC e da aceleração gráfica, que permitiu que os estúdios e artistas migrassem para soluções baseadas no IBM-PC para produzir 3d. Só para você ter uma idéia, na época em que a SGI dominava o mercado, praticamente não existia versões do Maya e Softimage para outros sistemas operacionais.

Hoje em dia é possível montar um PC extremamente poderoso para trabalhar com computação gráfica de alto nível, ainda mais com o lançamento de versões do Maya para Linux, acabou selando o destino da SGI no mercado de Workstations. Praticamente todos os estúdios que trabalham com animação usando softwares como o Maya, aposta em soluções baseadas em Linux com Workstations PC.

Fora o desenvolvimento de Hardware, a SGI teve papel fundamental no desenvolvimento do Maya também, principalmente na época em que a empresa era a controladora da Alias|Wavefront, que depois foi vendida para a Autodesk.

O problema foi que a empresa não soube se adaptar a esse novo mercado, e não reduziu os preços dos seus computadores. A incapacidade de se adaptar ao mercado atual levou a essa falência, o que é realmente uma pena.

Para saber mais sobre a venda da SGI, visite esse endereço e leia o comunicado oficial da própria SGI.

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

3 Comentários

  1. Jefferson 04/04/2009 em 8:13 am

    1º de abril é foda mesmo. ( ver link )

    http://www.sgi.com/company_info/newsroom/press_releases/2009/april/rackable.html

    Pena que a mensagem só saiu aqui no blog dia 2 e eu só estou vendo hoje ( dia 4 ).

  2. Allan Brito 04/04/2009 em 11:00 am

    Oi Jefferson,

    Não entendi… você achou que a mensagem fosse pegadinha de 1 de abril?

  3. Gandhy 06/04/2009 em 10:13 am

    me chocou, era um sonho de consumo que eu tinha

Deixar Um Comentário