Photo Studio: Ferramenta gratuita para controle de exposição no Mental Ray

Para conseguir criar imagens com realismo em softwares de computação gráfica como o Blender 3D, 3ds Max ou Maya, precisamos entender um pouco mais sobre fotografia. Se você for leitor aqui do blog, deve lembrar que sempre estou comentando sobre a importância da fotografia. Um desses itens extremamente importantes para controlar a iluminação de ambientes é o controle de exposição. Alguns softwares e renderizadores não permitem controlar esse tipo de característica dos ambientes, mas no 3ds Max e Mental Ray é possível controlar esse tipo de característica.

Esse tipo de controle é feito pelo próprio Mental Ray e o 3ds Max usando as ferramentas padrão dos softwares, mas também é possível usar plugins para ajudar nessa tarefa. Uma empresa chamada Infinity Visio, desenvolve uma ferramenta chamada Photo Studio para 3ds Max, que tenta simular ao máximo os controles de uma câmera profissional dentro dos renders no Mental Ray. O plugin era pago, mas a empresa agora está disponibilizando uma versão mais simples do software que pode ser copiada e usada de maneira totalmente gratuita.

mentalray-controle-exposicao.jpg

Os itens e menus disponíveis no Photo Studio são os seguintes:

  • Controles de exposição
  • Rotoscopia
  • Câmera
  • Propriedades físicas
  • Brilho
  • Distorções e aberrações cromáticas
  • Motion Blur
  • Viewport Shading

Como você pode perceber, o plugin permite controlar vários aspectos e propriedades fotográficas das imagens, como aberrações cromáticas e até mesmo opções de Viewport Shading, para visualizar em tempo real as alterações na Viewport do 3ds Max. Essa opção só está disponível no 3ds Max 2010, com seus recursos de aceleração pela GPU.Ainda não existe nenhuma documentação oficial em inglês da ferramenta, apenas em alemão, mas com a ajuda do Google podemos traduzir o material para português.

Se você quiser se concentrar em um dos menus, recomendo que comece com as propriedades físicas da iluminação, em que podemos atribuir cores em Kelvin as luzes e também adicionar propriedades como aberrações cromáticas as imagens, o que invariavelmente vai resultar em imagens mais realistas. Assim como já havia sido comentado no início do artigo, essa é uma versão gratuita do software. A empresa responsável oferece outra versão chamada de PRO com alguns recursos extras, mas a versão gratuita já é uma grande ajuda para criar cenas realistas.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *