Sistema de partículas para o Blender 3D 2.50

Assim como acontece com as outras partes do Blender 3D que estão sendo adaptadas aos poucos para a interface e ambiente da versão 2.50, o sistema de partículas está começando a ser implementado. A primeira parte envolve apenas a criação e configuração da interface do sistema, mas ainda assim é um bom sinal começar a visualizar cada vez mais ferramentas e opções do Blender sendo adaptadas para o 2.50. O responsável pela mudança no sistema de partículas para o 2.50 é o próprio Jahka, que fez uma reformulação total nesse mesmo sistemas alguns meses atrás e facilitou em muito o trabalho com partículas no Blender 3D.

Para divulgar essa parte do processo de desenvolvimento do Blender 2.50, o próprio autor publicou uma imagem da interface dos controles para as partículas já com a organização da nova interface. Segundo ele mesmo comentou no seu web site, ainda não é possível usar absolutamente nada das partículas, pois apenas a organização da interface foi iniciada.

blender250particulas.jpg

Para quem não está acompanhando o desenvolvimento do Blender 3D 2.50, sempre é bom lembrar que essa será uma versão que trará grandes avanços no desenvolvimento do Blender em termos de ferramenta, pois vai reformular a interface do software e trará várias melhorias em termos de usabilidade. Por exemplo, a possibilidade de integrar ferramentas externas e personalizar atalhos de teclado são algumas das novidades. Mas, a previsão de lançamento dessa versão do Blender é apenas para o próximo ano, quando o projeto Durian for concluído. Isso deve acontecer apenas no segundo trimestre, portanto ainda será necessário esperar um bom tempo.

Sempre é bom deixar esse tipo de coisa clara, pois essa semana algumas pessoas me perguntaram se era melhor deixar para estudar o Blender 3D só depois que o 2.50 fosse lançado. Apesar das mudanças na interface, a maioria das opções e atalhos de teclado continuará a mesma. Pode começar a estudar o Blender 2.49 mesmo, pois a migração para a versão 2.50 deve ser tranqüila.

Agora, para quem gosta de manter as expectativas altas em relação ao que pode ser lançado no Blender 2.50, o próprio Jahka comentou no seu web site que está pensando na possibilidade de fazer o sistema de partículas ficar compatível com o editor de nós do Blender. Isso faria com que a configuração de partículas fosse totalmente procedural, permitindo combinações e arranjos nas partículas totalmente inéditos! Esse tipo de opção deixaria o Blender 3D ainda mais próximo do Houdini 3D com o seu sistema procedural de criação e edição de objetos 3d. A migração para esse tipo de sistema é extremamente complexa tecnicamente, mas nada que um pouco de trabalho regrado ao longo do tempo não resolva.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um comentário sobre “Sistema de partículas para o Blender 3D 2.50”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *