Autodesk Maya 2010 e 3ds Max 2010 ganham integração com MatchMover

O uso de ferramentas para mesclar elementos produzidos em softwares 3d como o Maya ou 3ds Max, sempre foi destinado a softwares que trabalhavam de maneira independente a suíte 3d, o que deixada esse tipo de produção mais cara para estúdios e artistas 3d de maneira geral. A razão para isso é bem simples, como o software usado para o procedimento era outro, seria necessário adquirir outra licença de uso para a ferramenta. A Autodesk anunciou o Maya 2010 na Siggraph e junto com ele um software chamado MatchMover acompanha de maneira gratuita o software, exatamente com esse objetivo. O MatchMover facilita o trabalho de integração entre vídeos ou imagens geradas com câmeras reais e material produzido em softwares 3d, mais especificamente o Maya 2010.

Para demonstrar o que o software é capaz de fazer em benefício de projetos complexos que usam composição entre elementos virtuais e reais, a Autodesk divulgou um vídeo tutorial mostrando o processo de integração entre as duas ferramentas. No Maya 2010 temos um modelo 3d de uma base de lançamento de foguetes, algo muito custoso de construir em escala para qualquer produção. No MatchMover temos um vídeo de uma paisagem na qual supostamente seria necessário adicionar o modelo 3d.

Se tivéssemos uma imagem estática, até que não seira tão trabalhoso, mas o problema é que a câmera está se movendo e fazendo uma sequência de movimentos no final, como se fosse seguir o lançamento do foguete.

O procedimento usado para conseguir resolver o problema é bem simples e envolve o tracking da câmera e dos pontos no vídeo, que foi importado para o MatchMover como uma sequência de imagens em JPG. Depois que é realizado o tracking da câmera a cena com as informações do movimento da câmera em relação ao conteúdo do vídeo é exportado para o Maya 2010, em que uma câmera 3D segue o mesmo movimento da câmera real alinhada com o terreno.

Assim fica bem fácil posicionar e alinhar o modelo 3d no plano em que o projeto deve estar adicionado no cenário. Ao reproduzir a animação, podemos acompanhar que o alinhamento e composição entre o modelo 3d e a cena real foi muito bem realizada.

Os usuários do 3ds Max 2010 também podem aproveitar essa mesma ferramenta de maneira gratuita, sendo que é necessário ser assinante das atualizações da Autodesk, para ter acessa a ferramenta.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *