Como melhorar a integração entre AutoCAD, Revit e 3ds Max com arquivos FBX?

O processo de produção em estúdios de animação ou empresas que trabalhem diretamente com softwares 3d, envolve uma fase extremamente crítica e que requer muito cuidado em qualquer fluxo de trabalho, que é a migração de dados em 3d entre softwares diferentes. Sempre teremos que lidar com objetos e modelos 3d oriundos de ferramentas como AutoCAD, Revit, DoubleCAD ou outras que não tem como foco a modelagem 3d em si, mas que oferecem esse tipo de opção. Entre os softwares que trabalham com CAD, uma das opções para passar informações entre diferentes softwares é usar o formato DXF que é um formato universal de transferência de dados em CAD.

Para os usuários de softwares da Autodesk o uso do formato FBX é a melhor opção nesses casos, pois é uma tecnologia desenvolvida pela própria Autodesk para ajudar no transporte de objetos 3d entre softwares. Por exemplo, modelos 3d criados no Revit podem ser salvos nesse formato e importados no 3ds Max 2010 sem maiores problemas. Na verdade, alguns pequenos problemas podem acontecer, como a criação de faces triangulares nas superfícies da maquete ou modelo 3d.

No 3ds Max 2010 existe um painel que consegue remover esse tipo de face triangular, que foi adicionado nas novas ferramentas de modelagem poligonal. Mas, em algumas situações essa ferramenta não consegue remover ou corrigir todos os problemas de topologia.

Se você já passou por esse tipo de problema e gostaria de solucionar a questão, convertendo as faces triangulares em quadradas, existe um script em MAXScript que resolve de maneira satisfatória esse problema. Ele pode ser copiado nesse endereço. Veja o resultado da aplicação desse script em uma maquete eletrônica:

3ds-max-2010-revit-fbx-MAXScript.jpg

Como é possível perceber pela imagem acima, a organização das faces na imagem fica significativamente melhor com a aplicação do script. Qual o problema de faces triangulares? O uso de faces triangulares atrapalha significativamente o processo de edição e ajuste das imagens, pois impede que edições futuras no modelo 3d seja realizadas com o uso de cortes e alterações na topologia da maquete eletrônica.

A utilidade dessa ferramenta aparece quando é necessário fazer algum tipo de modificação no modelo 3d, como a adição de mais uma parede ou mudança nas dimensões de um objeto que está conectado a diversos elementos.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

2 comentários sobre “Como melhorar a integração entre AutoCAD, Revit e 3ds Max com arquivos FBX?”

  1. Putz que maravilha … um dos principais problemas no workflow aonde trabalho é justamente a transferencia de CAD para Max … sempre usamos o formato dwg mesmo … agora com essa dica vou testar o FBX … tomara que agilize o processo ….

    vlw !

  2. Desculpe mas a integração do Autocad com o 3D Max continua terrivel, e eu não entendo porque a Autodesk não implementa o FBX no Autocad.
    Obrigado pela dica do Script.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *