Demonstração do Adobe Photoshop CS5

Os softwares de edição voltados para imagem como o Photoshop ou GIMP são fundamentais para qualquer profissional envolvido com computação gráfica, principalmente a parte de 3D. Esse tipo de software pode literalmente salvar um projeto que ficou várias horas renderizando, mas no último momento você descobriu um problema com as texturas ou posicionamento de algum objeto. Usando o Photoshop é possível abrir e editar a imagem em poucos minutos, evitando a necessidade de renderizar a imagem novamente. Mesmo sendo útil, o Photoshop ainda apresenta alguns desafios na composição de imagens que demandam muito trabalho de edição. Precisamos selecionar partes da imagem para conseguir criar cópias ou mesmo proteger pixels que não precisem ser alterados.

O trabalho de edição e alteração em imagens está para ser facilitado com as ferramentas trabalhadas na próxima versão do Photoshop, que por enquanto está sendo chamado de Photoshop CS5 mesmo. Existe um vídeo que está circulando pela internet nos últimos dias que mostra alguns desses novos recursos, sem ainda exibir a interface ou mesmo as ferramentas extras do Photoshop.

O grande destaque desse lançamento é o algoritmo chamado PatchMatch, que consegue procurar padrões nas imagens.

O vídeo é esse:

Como você deve ter percebido pela demonstração feita no vídeo, o algoritmo é simplesmente fantástico! A base de funcionamento dele é a identificação de padrões que delimitam as imagens selecionadas e presentes nas imagens. Depois que esses padrões são localizados, podemos mover esses objetos pela moldura da imagem e o próprio Photoshop CS5 faz o trabalho de adaptar a parte selecionada na moldura, inclusive adicionando os pixels necessários para que a composição fique perfeita.

A moldura da imagem também pode ter suas dimensões alteradas sem que nenhuma imagem, ou parte dela, acabe sendo deformada. Isso é possível graças a algumas ferramentas que protegem e limitam o efeito esticar a comprimir na imagem.

Por último, o que mais me impressionou mesmo é a possibilidade de reconstruir partes da imagem de maneira automática. Repare na parte final do vídeo, em que a parte superior de uma construção histórica tem algumas partes construídas novamente, com base nos padrões identificados da imagem. Isso aplicado em imagens renderizadas poderia corrigir problemas até mesmo de modelagem 3d! Partes que não foram modeladas, podem ser construídas com base na estrutura geral da imagem.

A previsão de lançamento do Photoshop CS5 é abril de 2010.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

17 comentários sobre “Demonstração do Adobe Photoshop CS5”

  1. Muito interessante! Se realmente funcionar vai ser super útil para corrigir imagens renderizadas com problemas. Vamos esperar até abril…

  2. Liquid Rescale é uma implementação do algoritmo Seam Carving, criado por Shai Avidan e Ariel Shamir.
    http://www.seamcarving.com
    Mas parece que eles foram contratados pela Adobe, logo depois de terem mostrado o algoritmo na internet. E esse PatchMatch deve ser uma evolução do algoritmo.

  3. Pingback: ADOBE PHOTOSHOP CS5 « DESIGN PRETO E BRANCO
  4. acho q eh fake….aqla do castelo nao da pra fazer nem a pau….pois tem elementos q surgiram na foto com aqle reshufling….sem varias fotos aquilo nao sai nao

  5. Não consegui chegar naquele local, ativando a ferramenta não dá pra ver aquelas que aparecem ao redor...é disse:

    Não consegui chegar naquele local, ativando a ferramenta não dá pra ver aquelas que aparecem ao redor…é diferente…se vocês souberem como chegar exatamente naquele ponto como o do vídeo onde aparece todas aquelas ferramentas me falem o passo a passo vou fica muito feliz…

  6. Pingback: Novidades da suite CS5 da Adobe « Blog do Marcos Pralon
  7. Boa Tarde

    Gostaria de saber caso seja possivel onde se encontra ou como se chega à ferramenta PatchMatch

    Com os melhores cumprimentos

    Francisco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *