Arion: Mais um renderizador Unbiased baseado em GPU

O ano de 2010 começou com várias notícias sobre softwares aproveitando o poder das modernas GPUs para prover render em tempo real, com velocidade e interatividade até então impensáveis alguns até alguns meses atrás. O mais impressionante disso tudo é que depois do anuncio do Octane Render, parece que outra empresa que estava com planos semelhantes ao da Refractive Software acabou fazendo um anuncio de seu mais novo software chamado de Arion, que usa mecânica de funcionamento muito semelhante ao Octane, aproveitando a GPU para gerar imagens com métodos Unbiased..

A Random Control, empresa que desenvolve e comercializa o renderizador FryRender que usa algoritmos e métodos Unbiased de maneira semelhante ao Maxwell Render, Indigo Render e LuxRender foi a autora do anuncio. Para visitar o web site oficial do Arion e conferir um longo texto de demonstração sobre a tecnologia usada no projeto, visite o link indicado.

arion-render-baseado-gpu-unbiased.jpg

O diferencial do Arion em comparação com outras tecnologias está descrito no texto de apresentação como o uso inteligente da GPU em conjunto com a CPU. O grosso do processamento da imagem é gerenciado pela GPU sendo que um pouco do processo é manipulado pela CPU. Na página do projeto existem diversos vídeo de demonstração que apresentam o Arion em ação, aproveitando a GPU para demonstrar produtos e inclusive ambientes complexos como salas com vários modelos 3d no seu interior. A qualidade e velocidade do render impressionam pela complexidade dos modelos 3d usados no projeto.

Os vídeos foram gerados em computadores com uma GPU GeForce GTX 285 e processadores Core i7.

Além da parte relacionada com a aceleração do render usando GPUs, o mais impressionante do projeto é a promessa de usar as placas de vídeo de vários computadores, mediante distribuição do render por uma rede local. De acordo com o material de divulgação o software será capaz de localizar todos os computadores na sua rede local, aproveitando todos os recursos disponíveis para gerar as imagens usando todas as GPUs e as CPUs.

Ainda não existem informações sobre versões de teste ou mesmo preços praticados com o Arion, mas acredito que se compararmos com os valores do FryRender não deve ser baixo como o do Octane Render prometido por noventa e nove euros. Quando mais informações estiverem disponíveis no web site da Random Control publico aqui no blog.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *