Mais renderização com Path Tracing e GPUs para Maya, LuxRender e Mental Ray

A onda de lançamentos s softwares usando técnicas como o Path Tracing e as GPUs para criar renderização em tempo real parece que não deve parar! Essa semana tomei conhecimento de mais um software especializado nessa tarefa para o Maya, chamado de FurryBall que funciona usando o mesmo princípio do VRay RT dentro do 3ds Max, permitindo manipular e trabalhar com iluminação em tempo real com GI na viewport do Maya. Como o algoritmo usado para gerar esse tipo de efeito é o Path Tracing, a qualidade do render é muito próxima do que conseguimos com o LuxRender, Indigo, Maxwell e FryRender.

O vídeo abaixo mostra o FurryBall sendo executado no Maya para renderizar um carro com boa resolução. O desempenho é muito bom:

E o LuxRender? Caso você já tenha usado o LuxRender para produzir animações que envolvem objetos em movimento, deve lembrar que para gerar cada frame é necessário um bom tempo de render, para conseguir imagens limpas. Com o advento e ajuda dos renderizadores usando a GPU o processo de animação fica mais simples e rápido. Para demonstrar como fica mais rápido, um usuário publicou um vídeo renderizado com o LuxRender e aproveitando a engine Bullet do Blender. O vídeo mostra a interação entre objetos usando Rigid Body e com materiais complexos como vidro.

O que impressiona no vídeo é a velocidade com que as interações acontecem na animação, pois o LuxRender demoraria bastante para gerar os frames. Uma GPU poderosa faz toda a diferença nesse caso.

Já para quem quiser aposta no uso do iRay que é conhecido também como Mental Ray RT, o vídeo abaixo é uma excelente demonstração do nível de qualidade que esses renderizadores podem conseguir. O vídeo foi gravado durante uma demonstração da Mental Images e usa 15 GPUs Tesla da NVidia. O vídeo tem aproximadamente 2 minutos, sendo que o primeiro minuto é apresentado com render em tempo real, e os últimos segundos foram acelerados para mostrar o refinamento do iRay. No total a imagem ficou 15 minutos renderizando.

Como você pode perceber pelo verdadeiro ecossistema de renderizadores que está aparecendo nesses últimos dias, a variedade e poder desses softwares associados ao hardware, deve mudar em breve a maneira com que trabalhamos. Já pensou modelar objetos já renderizados? Nada de visualização em shade!

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

3 comentários sobre “Mais renderização com Path Tracing e GPUs para Maya, LuxRender e Mental Ray”

  1. Mas vem a questao de pcs mais simples como o meu e de outros que nao tem condições de comprar uma GPU muito poderosa !! no meu caso eu atualmente tenho uma Gforce 9600 Gt , !! e tambem se ja e possivel fazer isso com o luxrender, ou ainda vao lançar o lux com essa função ?? Valeu Allan !!! tinha tempo que eu nao perguntava nada !! to voltando a usar o Blender 3D. uma verdadeira terapia .

  2. Temos que lembrar que a visualização por GPU é bacana mas ainda sim a placa de video deverá ser compatível e de boa qualidade.

    A 9600 GT é compatível…para saber melhor basta pegar o doc do render escolhido e veja se a placa segue a especificação

    http://www.ozone3d.net/gpu_caps_viewer/ – com este software você ve do que é capaz a tua placa.

  3. Tenho uma GTS 250 1GB com 128 núcleos aqui, e um intel I7 920 8 núcleos. Já baixei o smallLuxGPU e o driver OpenCL compatível, mas quando executo o software ele é fechado automaticamente, sem explicação. Você pode me ajudar, Allan?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *