Animação de máquinas com Blender 2.50

Ontem publiquei um artigo que comentava sobre as dificuldades em configurar personagens virtuais para animação, devido a diversidade com que esses personagens podem interagir e se movimentar. Todos esses movimentos e dinâmica deve ser considerada na criação de personagens. Apesar de atestar a dificuldade de ajustar e configurar esses personagens, ainda acredito que existem outros desafios ainda maiores para animadores. Um dos exercícios que gosto de passar nas minhas aulas sobre animação 3d, é a configuração de máquinas como helicópteros ou mesmo sistemas industriais. Esse tipo de máquina demanda hierarquias complexas e que devem responder entre si ao menor movimento.

O desafio está no ajuste e entendimento de como esse tipo de máquina funciona, para depois ajustar a parte de animação e hierarquias. O uso de constraints para interligar os elementos é muito usado também no processo, fazendo desse tipo de configuração um excelente exercício.

Caso você tenha interesse nesse tipo de animação, encontrei um exemplo que é ao mesmo tempo instrutivo e simples de reproduzir para o Blender 2.50. No vídeo o autor tenta configurar a dinâmica de funcionamento de um pistão usado em motores.

Rigging a Crankshaft and Piston in Blender 3D from revolt_randy on Vimeo.

O segredo para conseguir reproduzir essa animação é usar o mesmo princípio de hierarquia aplicada pelo autor do vídeo. Ele conseguiu conectar os elementos de maneira a fazer com que a rotação do objeto que se assemelha a um cilindro, desloque a posição do elemento que conecta a parte superior e inferior do pistão. Além da parte de animação do Blender 2.50 que é um pouco diferente do que estamos acostumados na versão 2.49, você poderá criar um elemento dinâmico usando objetos primitivos bem simples, como é o caso do modelo 3d usado para essa animação.

Mesmo representando uma estrutura para animação bem simples, o autor consegue o efeito de dinâmica e relação entre os objetos de maneira simples e eficiente. Basta fazer diversas cópias desses objetos em fila, adicionando um leve atraso no movimento dos objetos em 3d para criar um motor simples, pelo menos na parte de animação dos pistões.

Esse é o tipo de animação mecânica mais simples de criar. Para desafios ainda maiores, recomendo tentar criar sistemas com amortecimento como é o caso de automóveis, ou mesmo portas de veículos como aviões de carga que tem relações complexas entre objetos.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

4 comentários sobre “Animação de máquinas com Blender 2.50”

  1. Caro Allan, sou sua fã e adoro tudo o que disponibiliza para nós pela net.

    Fiquei algum tempo sem internet e, agora que voltei não recordo do meu nome de login.

    Tentei enviar só com o e-mail para atualizar, mas não tive exito.

    Como posso logar novamente?

    Grata pela atenção e aguardando orientações, ok!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *