Projetos em desenvolvimento para o Blender 2.5

O ciclo de desenvolvimento do Blender 2.5 continua a todo vapor, com o lançamento da versão 2.54 nesse final de semana. Antes que você corra achando que existem ferramentas novas, essa foi apenas uma atualização com o objetivo de corrigir problemas e bugs das versões anteriores. Portanto, você terá a mesma cara do Blender 2.53 com menos problemas de travamento. Ainda não tive oportunidade de testar, mas opções simples como o equivalente ao Dupliframes estava literalmente impossível de usar. O material para a quarta edição do Blender 3D – Guia do Usuário foi todo baseado na versão 2.53 e não deve apresentar grandes alterações daqui para frente, apenas acréscimos.

Agradeço a todos que tem aguardado pela nova edição do livro. Assim que tiver notícias sobre a data de lançamento, publico aqui ou no meu Twitter.

Mas, quais projetos ainda estão em desenvolvimento para o Blender? Existem vários módulos e ferramentas que podem aparecer num futuro não muito distante. Por exemplo, o BMesh que deve permitir usar N-Gons para modelagem 3d. Os N-Gons são os polígonos com mais de quatro lados que muitos amam, e outros odeiam.

Entre os diversos projetos em desenvolvimento, está o Unlimited Clay que promete melhorar significativamente o sistema de escultura do Blender. O vídeo abaixo mostra um exemplo do novo modificador em ação.

unlimited clay modifier from Raul Fernandez Hernandez on Vimeo.

Com esse tipo de ferramenta será muito mais fácil conseguir trabalhar com esculturas apresentando pequenos detalhes, e grandes níveis de subdivisão. O recurso ainda está em desenvolvimento, e deve demorar um pouco até aparecer em versões estáveis do Blender.

Outro que você talvez não conheça é a habilidade de pintar objetos do tipo Mesh com outros Modelos 3d. Como assim? O recurso é bem simples, e envolve a simulação de um tipo de pincel. Ao colidir com outros objetos, um determinado modelo 3d pode deixar uma “marca”. Os vídeos abaixo mostram alguns exemplos da ferramenta em ação:

Esses novos recursos se unem ao que já está em andamento nos projetos do Google Summer of Code, e prometem o período pós-sintel ainda mais corrido. É só ter um pouco de paciência que veremos o Blender evoluir ainda mais no futuro.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *