Projeto Galileo: Ferramenta permite criar paisagens urbanas

A Autodesk está com a excelente prática de lançar alguns dos seus produtos mais inovadores como testes de conceito no Autodesk Labs, usando um sistema de distribuição gratuito que permite a qualquer pessoa testar as ferramentas antes de disponibilizar o software para o público. O único ponto negativo da iniciativa é que as versões finais são distribuídas em formato comercial, deixando que gostou da amostra do Labs com a necessidade de comprar o software para continuar a fazer uso da ferramenta. Essa semana conheci mais uma dessas ferramentas que é chamada pelo nome código de Project Galileo, e o mesmo pode ser copiado de maneira gratuita.

A função dessa ferramenta é servir como base para planejamento urbano e de terrenos, permitindo fazer vários ajustes e controles diretamente sobre as informações reais do projeto. Para ter uma idéia melhor sobre o seu funcionamento, o vídeo abaixo demonstra o uso da ferramenta na criação dos conceitos para uma pequena quadra.

No vídeo podemos acompanhar como o usuário pode selecionar partes do terreno e carregar informações sobre o local, atualizando a topografia. Mas, a parte mais interessante é a edição dos parâmetros e informações da área editada. O processo lembra muito o do jogo Sim City, em que podemos trabalhar diretamente sobre uma área adicionando pavimentação e detalhes. A diferença é que nesse caso o objetivo é visualizar a planejar uma construção que efetivamente será construída.

O web site do projeto ainda dispõe de vários vídeos de demonstração extras que apresentam:

  • Básico sobre a criação de projetos com o Galileo
  • Importando água para o projeto
  • Inserindo terrenos reais
  • Trabalhando com camadas no software
  • Navegação em modelos 3d
  • Design conceitual de edificações
  • Proposta de design conceitual
  • Modos de apresentação
  • Ferramentas de seleção (em três partes)

Para quem não se importa em trabalhar com uma ferramenta que provavelmente irá receber uma versão paga daqui alguns meses, a proposta do Galileo é bem interessante e pode ser aproveitada por arquitetura, urbanistas e principalmente estudantes. Nesse caso a ferramenta pode prover informações para estudantes e urbanistas que seriam difíceis de conseguir sem o auxílio de ferramentas de GIS caras, e praticamente inacessíveis dentro do contexto acadêmico.

Eu mesmo já estou começando a fazer os meus testes com o software, e gostando muito do resultado.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um comentário sobre “Projeto Galileo: Ferramenta permite criar paisagens urbanas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *