MSCAD: Alternativa nacional ao AutoCAD

O desenvolvimento de projetos que envolvem desenho técnico requer obrigatoriamente o uso de um software de CAD, que permita criar e modificar desenhos e pranchas técnicas para projetos de arquitetura e engenharia. No Brasil existe um domínio do AutoCAD nessa área, devido a fatores históricos e a disseminação de que o AutoCAD é a melhor opção para desenho técnico por professores de faculdades e universidades. Já tive a oportunidade de conversar com vários estudantes de arquitetura e engenharia, que procuraram cursos de AutoCAD por recomendação dos professores.

Antes de procurar estudar, e principalmente, adotar o AutoCAD como ferramenta de desenho técnico principal na sua prática profissional, é importante conhecer algumas alternativas para a ferramenta. Nos últimos dias tive contato com uma alternativa nacional ao AutoCAD chamada de MSCAD que me chamou a atenção em relação ao custo e ferramentas.

O primeiro ponto positivo do MSCAD é que ele é todo em português, um requisito para muitas pessoas que tem dificuldade em trabalhar apenas com softwares em língua inglesa. A leveza do software também chama a atenção, pois não é necessário ter computadores com configurações robustas para executar o software, diferente de muitas ferramentas de CAD atuais, que praticamente demandam uma workstation compatível com modelagem 3d para criar desenhos técnicos.

mscad-pro

Tirando as ferramentas de desenho que são as mesmas que encontramos em ferramentas de desenho como Mirror, Offset e outras, existem alguns diferenciais bem interessantes. O primeiro deles é a capacidade de converter múltiplos arquivos entre os formatos DWG, DXF e PDF. A conversão de arquivos PDF é muito útil e deve ajudar bastante as pessoas que recebem arquivos em PDF e precisam editar os arquivos. Já tive casos em que recebi arquivos em PDF de projetos que precisavam ser usados para gerar modelos 3d. Como o ideal é usar arquivos DXF ou DWG para importar em softwares como o SketchUp, Blender ou 3ds Max, o MSCAD teria ajudado bastante nesse tipo de situação. O contrário também é muito útil, pois é possível selecionar múltiplos arquivos DWG e converter para PDF.

Na parte da conversão existe também a possibilidade de converter arquivos PLT para DXF, o que ajuda bastante a resgatar arquivos de projetos que você só tem em PLT. Eu mesmo tenho alguns projetos que tem versões diferentes salvas em arquivos PLT, e que posso transformar em DXF.

A possibilidade de de abrir e visualizar arquivos de praticamente todas as versões do AutoCAD (DWG), inclusive do AutoCAD 2011, é outro diferencial para o software, possibilitando a edição desses arquivos e o aproveitamento de blocos salvos nas versões mais recentes do AutoCAD.

A conversão de arquivos é um diferencial do MSCAD, mas é apenas uma parte do software. Além disso temos todas as ferramentas de desenho que são capazes de criar e editar desenhos técnicos nos mais variados níveis de complexidade para engenharia e arquitetura.

Se você quiser testar o software é possível fazer o download de uma versão Trial no web site do MSCAD, que funciona por 21 dias. O arquivo tem apenas 56 MB! No futuro devo publicar mais artigos mostrando outros recursos interessantes do MSCAD que ajudam bastante no desenvolvimento de projetos.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

2 comentários sobre “MSCAD: Alternativa nacional ao AutoCAD”

  1. olá. estou com um problema no autocad … o comando ‘align’ que normalmente uso para mudar a orientação de desenhos sem alterar o seu tamanho já não funciona direito. escrevo ‘al’ o autocad pede-me os pontos de referencia faço isso tudo, quando diz se quero escalar o desenho digo não e o desenho move-se e fica todo alterado com linhas tortas e soltas. não sei o que fazer.
    não sei se está relacionado mas o ficheiro que estou a trabalhar veio do autocad 2010 civil e eu estou a usar o 2007 básico, será que alterou as definições do desenho? como faço agora? já tentei copiar o desenho para um doc autocad 2010 e faz a mesma coisa! será que me pode ajudar?
    obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *