Clicky

Como usar a VRay Sun no 3ds max?

Os artistas que trabalham com visualização de projetos ou design de cenários sempre precisam representar ambientes externos, pois a maioria desses projetos é ambientado a céu aberto. Isso acaba gerando uma grande demanda por informações sobre a simulação de iluminação baseada apenas na luz solar, que é bem fácil de identificar, principalmente quando ministro alguma aula sobre visualização de projetos. Para criar esse tipo de iluminação existem várias técnicas que vão desde o uso de estruturas semelhantes a anéis que circundam uma edificação, e uma luz mais intensa que simula o sol. Esse tipo de configuração pode ser conferida nesse tutorial que utiliza o 3ds max como referência.

Ainda podemos aproveitar as ferramentas de iluminação de renderizadores como o V-Ray que dispõe de uma luz própria para simular o sol, que nesse caso é a VRay Sun. Esse tipo de luz já apresenta os parâmetros e opções necessárias para gerar de maneira extremamente simplificada a iluminação e efeitos necessários para criar o sol virtual.

Apesar de ter citado a demanda por render externo, é nas vistas internas que as pessoas realmente ficam perdidas e confusas na configuração dos seus projetos. É nesse ponto que o V-Ray pode ajudar e facilitar a configuração usando a VRay Sun.

Se você nunca teve a oportunidade de usar o V-Ray com o 3ds max e gerar uma cena iluminada com a VRay Sun para cenas internas, o tutorial abaixo pode ser de grande ajuda. No vídeo, o autor aproveita os recursos do V-Ray para iluminar uma cena que apresenta um modelo simples, composto apenas por elementos geométricos com deformações básicas, apenas para compor o cenário. O cubo inicial acaba se transformando em um pequeno quarto com uma janela.

Com o modelo 3d criado e a cena preparada, basta adicionar a fonte de luz e preparar tanto os materiais como os parâmetros do V-Ray. Nesse caso, a parte mais trabalhosa de todo o processo é o painel de configuração do V-Ray, que pode ser bem desafiador para usuários iniciantes. Por isso, se você nunca usou o V-Ray, pode seguir os mesmos passos realizados pelo autor do vídeo, para conseguir um resultado semelhante em ambientes internos. Os únicos ajustes que podem ser necessários nos parâmetros do render, são relacionados com alterações na escala do cenário.

A iluminação de cenários dificilmente é algo que segue um padrão que possa ser repetido nas mais variadas cenas e ambientes, mas é sempre bom ter alguma referência para começar.

2017-04-11T10:26:28+00:00 By |3ds max, VRay|0 Comentários

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixar Um Comentário