Clicky

Performance de placas de vídeo com o Blender Cycles

O uso de placas de vídeo para acelerar a renderização é um dos recursos mais desejados na atualidade por qualquer artista 3d, pois com o uso desse tipo de tecnologia podemos reduzir de maneira drástica o tempo de render para qualquer imagem, sem a necessidade de contratar renderfarms ou estruturas auxiliares. Nos casos em que precisamos criar animações, pode ser que as placas de vídeo não sejam a solução final, mas ajudam muito! Só para ter uma idéia de como podemos dividir a carga para gerar imagens, quando você renderiza alguma imagem usando o seu processador, é comum usar entre dois ou quatro núcleos para realizar os cálculos necessários e renderizar a imagem.

No caso de placas de vídeo, alguns modelos disponibilizam mais de 400 núcleos que podem ser usados para renderização!

Hoje existem vários software que oferecem suporte ao render por GPU, entre eles encontramos:

Algumas vezes é difícil ficar convencido dessa vantagem no uso de placas de vídeo para renderização, sem consultar dados que provem essa vantagem. Para quem gostaria de consultar informações de performance da mesma cena sendo renderizada em diferentes modelos de placas de vídeo com o Blender Cycles, existe uma comparação de diferentes computadores e sistemas, renderizando a mesma cena nesse artigo.

performance Blender Cycles

O teste é muito interessante para quem não tem nenhuma noção de como uma cena pode ser renderizada em curtos espaços de tempo se for usada uma GPU para aceleração. Alguns casos são bem consideráveis como na situação em que o tempo de render foi reduzido em até um décimo do tempo!

Ainda hoje a melhor opção para quem quiser utilizar o Blender Cycles e o recurso de aceleração por GPU é a tecnologia da NVIDIA. As placas da ATI ainda não oferecem o mesmo nível de recursos para o Cycles, e por isso devem ser evitadas por usuários do Blender que gostariam de montar workstations para render usando Cycles.

Aprender a usar o Cycles para renderizar projetos no Blender

E para quem quiser aprender a usar o Blender Cycles para renderizar projetos no Blender, é sempre bom lembrar que existe o curso sobre renderização avançada com o Blender Cycles no EAD – Allan Brito. No curso você aprende a usar os recursos do Cycles para gerar imagens com excelente nível de realismo, e também os procedimentos para configurar o render por GPU.

2017-04-11T10:25:32+00:00 By |Blender 3D|1 Comentário

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um Comentário

  1. Daniel 19/09/2012 em 11:39 pm

    Realmente não tem comparação! Eu já tinha feito este benchmark, os meus resultados foram:

    GPU: 3’21” (geforce GT555m – 1Gb ddr3, 128bits)
    CPU: 8’19” (i5 dual core 2430)

    Meu equipamento é um notebook LG modelo A530-U. Creio que notebook não seja o ideal para 3D, mas como eu preciso de mobilidade, acho que dá pra ir quebrando o galho.

Deixar Um Comentário