Tutorial Blender: Usando o recurso de demolição

As técnicas usadas para destruir objetos em 3d são sempre um sucesso nas minhas aulas presenciais, pois de alguma maneira acabm despertando nos alunos a curiosidade ou instinto de destruição reprimido ao longo dos anos. Pelo menos essa é a impressão que tenho quando demonstro o modificador explode do Blender ou mesmo o bomb do 3dsmax, resultando na fragmentação e posterior destruição de um objeto virtual. Depois que o Blender 2.64 recebeu um Add-on chamado de Cell Fracture a coisa ficou ainda mais fácil de realizar dentro do software, pois muita coisa agora é feita de maneira automática. O add-on foi inclusive tema da aula 08 do curso sobre animação baseada em física com Blender do EAD – Allan Brito, e gerou uma repercussão positiva entre os participantes.

A animação gerada na aula 08 do curso é essa:

Mas, extrapolando um pouco os assuntos da aula, o Daniel Martins que participa do curso sobre animação baseada em física me perguntou como seria possível trabalhar com demolições no Blender. E a resposta para isso é o uso de um Patch para o Blender que adiciona o recurso de demolição no Soft Body. Esse é um recurso ainda experimental do Blender, que necessita de versões especiais do software ou então que você compile o Blender com o Patch aplicado.

Se você não está interessado em compilar o Blender, recomendo fazer o download no graphicall.org de alguma versão do Blender já com o Patch. Basta pesquisa por demolition. Mas, como é possível usar o recurso? Para ajudar a responder a essa dúvida, resolvi gravar um tutorial sobre o tema, seguindo o guia que o próprio desenvolvedor do Patch criou.

Como você pode perceber, e parafraseando o que comentei no vídeo, você deve ter percebido de imediato que o recurso Break não existe por padrão no Soft Body. Isso devido ao fato de você ser um exímio usuário do Blender, e conhecer bem a ferramenta nos seus mínimos detalhes. Eu mesmo na primeira vez que usei o recurso fiquei procurando por vários minutos encontrei rapidamente!

Deixando a brincadeira de lado, o recurso Break é que determina o limite de rompimento dos objetos. Quanto menor for o valor do Break, mais suscetível a quebras será o objeto. Caso você queira avançar no uso dessa ferramenta para criar grandes demolições, é importante lembrar de alguns fatos antes de continuar:

  • Esse recurso ainda é experimental
  • Por ser experimental, cuidado ao abrir arquivos importantes nessa versão
  • Salve o tempo todo, pois eventualmente o Blender trava
  • Grandes quantidades de polígonos demandam muito poder computacional para animação
  • Use o Cache do Soft Body para armazenar a animação em disco

O autor do Patch tem alguns vídeo bem legais de demolição gerados com o recurso, mas que devem ter levado um bom tempo para gravar.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um comentário sobre “Tutorial Blender: Usando o recurso de demolição”

  1. Allan Brito gostei muito dos seus vídeos! Eu não tenho uma maquina com grande desempenho
    Mas assim mesmo consigo fazer alguma coisa. Eu baixei a versão 2.64 portátil do Blender.
    E quero saber se ele tem o mesmo potencial da versão para PC? Quero aprender o Blender pois sou louco por animação em 3d. Abraços e muito sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *