Tutoriais sobre animação com fluidos no Maya e Blender

As animações baseadas em física são sempre um grande desafio para qualquer animador 3d, pois existem conhecimento sobre ferramentas como partículas para conseguir trabalhar de maneira satisfatória com a alta demanda de processamento e detalhes que uma simulação desse tipo exige. E seguindo a nossa política de final de ano, em que estamos relembrando alguns dos melhores tutoriais e artigos publicados aqui no allanbrito.com ao longo de 2012, e também no final de 2011, é o momento de relembrar como trabalhar com algumas opções relacionadas com fluidos no Maya e no Blender.

O primeiro tutorial aborda o funcionamento de um recurso muito interessante do Maya que é a dupla Pond e Wake, que trabalham em conjunto para simular superfícies de fluidos e assim gerar animações bem interessantes de líquios em grandes áreas. O tutorial é um pouco antigo, mas ainda é últil para os animadores interessados no Maya. Se você já assistiu e não lembra, é o momento de relembrar como trabalhar com o Wake e Pond no Maya.

O Maya é uma ferramenta extremamente poderosa para trabalhar com fluidos, mas isso não significa que o Blender também não possa gerar simulações de fluidos! Sim, podemos trabalhar com fluidos no Blender usando diversos tipos diferentes de ferramentas. Existe uma específica para fluidos, mas também podemos trabalhar com simulações usando partículas. No vídeo a seguir você aprende como gerar uma simulação de fluidos usando partículas no Blender para criar algo semelhante a uma pequena explosão.

O mais interessante das simulações de fluidos é que podemos aplicar materiais semelhantes a fumaça e conseguir efeitos bem parecidos. Isso acontece devido ao fato das fórmulas matemáticas que controlam fluidos e gases serem as mesmas!

Para aprender mais sobre simulações de fluidos com o Blender, recomendo uma visita ao curso sobre animação baseada em física com Blender em que abordo o funcionamento de partículas e fluidos usando diversos outros exemplos, inclusive abordando o funcionamento do Dynamic Paint que tem uma função muito parecida com a do Pond e Wake do Maya. Ainda não tenho cursos para o Maya, mas estou estudando começar a oferecer alguns cursos na área em 2013, mas isso é assunto para o futuro.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *