Tutorial Blender: Usando os Data Blocks

A maioria dos softwares 3d é formada por diversos elementos e ferramentas que muitas vezes acabam passando despercebidas pelos artistas que usam esses softwares como meio de produção. É incrível como podemos ao longo da experiência com um determinado software continuar aprendendo, e principalmente sendo surpreendido com detalhes e pequenos truques que facilitam o nosso trabalho. Esse é o caso do Blender, que possui diversas opções e detalhes que para muitos artistas acabam sendo relegados ou esquecidos mesmo, pois não são algo comum de se encontrar. Por exemplo, você já parou para analisar como funcionam os chamados Data Blocks do Blender?

O funcionamento dos Data Blocks do Blender é algo muito interessante do ponto de vista dos usuários, pois é pouco abordado na maioria dos cursos e tutoriais básicos. Dentro do Blender os objetos tem a sua estrutura formada diretamente pelos Data Blocks, que não são necessariamente a mesma coisa que os objetos como um todo.

Confuso? Para ajudar no entendimento dos Data Blocks, gravei um pequeno tutorial em vídeo explicando o conceito.

Depois de assistir ao vídeo, avalie o mesmo no Youtube! Isso ajuda na divulgação. Ainda não é assinante do meu canal? Clique aqui para assinar.

Como você pode perceber, os Data Blocks ajudam muito na gestão de objetos de qualquer cena. É possível iniciar um projeto e com o tempo aproveitar novamente os Data Blocks criados anteriormente em outros objetos. É quase como um truque de mágica, em que um objeto em particular pode “trocar de roupa”. Um dos aspectos que torna evidente a diferença entre o Data Block e o objeto em si, é que os dois podem possuir nomes completamente diferentes.

Isso é muito útil, principalmente em animação, pois podemos criar animar usando objetos simples, e depois trocar esses objetos por outros mais complexos, quando tivermos certeza de que os movimentos já estão concluídos.

Outro recurso pouco usado no Blender é o Make Links, que também recebeu tutorial algumas semanas atrás, e caso você não tenha assistido, esse link leva diretamente até o tutorial. O que faz o Make Links? Com ele podemos realizar diversas tarefas de modo muito rápido como seleção e até mesmo animação.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

2 comentários sobre “Tutorial Blender: Usando os Data Blocks”

  1. Já utilizei este método para animação com a game engine, uso um low poly para a física e depois, com a animação gravada, alterno para o Data Block do high poly.

  2. Allan,

    Assistindo a alguns vídeos seus no Youtube, li alguns comentários sobre livros que você escreveu. Sobre qual assunto são estes livros? Como faço para adquiri-los??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *