Exemplo de uso do Blender Cycles com GPU

O uso do Blender Cycles para renderizar cenas usando algoritmos avançados dentro do Blender foi uma das adições mais relevantes em termos de recursos do últimos anos. O simples fato de não precisarmos ter que recorrer a softwares externos para gerar imagens usando iluminação global é fator determinante para atrair novos usuários para o software, sem falar na facilidade de uso para quem gostaria de gerar imagens simples. E se já não fosse suficiente apenas oferecer um renderizador poderoso junto com o Blender, o Cycles ainda proporciona para os usuários a possibilidade de trabalhar com render por GPU, usando a tecnologia CUDA da NVidia. Infelizmente o suporte para placas da ATI usando Open CL ainda está em desenvolvimento.

Para quem tem uma placa da NVidia compatível com a tecnologia o recurso é um grande facilitador do ponto de vista da velocidade do render. Ao invés de usar o seu processador com dois ou quatro núcleos para gerar imagens, você pode usar em algumas situações até 2000 núcleos em uma única placa de vídeo compatível.

Mas, será que fica rápido mesmo renderizar usando GPUs? Caso você queira uma comprovação, ou prova irrefutável, é interessante observar essa demonstração de render usando um cenário bem razoável.

No cenário em particular, podemos perceber que a quantidade de objetos na cena é significativa! O autor desse vídeo renderizou a cena usando um sistema com duas GPUs GTX 580 da NVidia e como cada GPU possui 512 núcleos CUDA, o total de núcleos renderizando a imagem é de 1024!

Uma cena como essa levaria muito tempo para ser renderizada apenas usando os núcleos da CPU, e no vídeo podemos perceber que o processo é literalmente realizado em tempo real. É por isso, que sempre recomendo o upgrade dos equipamentos usados para renderizar usando o Blender, para conseguir aproveitar a incrível velocidade proporcionada pelo Cycles quando usado em conjunto com o hardware certo.

Quer aprender mais sobre o Cycles?

E para as pessoas que gostaria de aprender como trabalhar com o Blender Cycles, recomendo uma visita ao curso sobre renderização avançada usando Blender Cycles que ensina exatamente o funcionamento do novo renderizador do Blender. Ao longo do curso você aprender:

  • Configurar a cena para render no Cycles
  • Materiais com Cycles
  • Texturas com Cycles
  • Render de animação com Cycles
  • Iluminação com Cycles
  • Configuração do ambiente com o Cycles

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

3 comentários sobre “Exemplo de uso do Blender Cycles com GPU”

  1. Teria uma indicação de uma placa atual, com preço razoável, compatível com o Cycles? Ele funciona em Linux?

  2. Fiquei impressionado com a quantidade de polígonos renderizados em tempo real.
    Mas me diga Allan, faz diferença se a placa GTX for de 128 bits, 256 bits ou de 384 bits?

  3. Na prática isso está relacionado com a quantidade de dados que o sistema consegue processar. Quanto maior a quantidade de bits, mais dados a placa consegue processar (Cenas maiores, texturas com grande resolução ou polígonos com milhares de faces).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *