Projeto Gooseberry: Longa metragem produzido com Blender?

Os projetos abertos organizados pelo Instituto Blender são um dos grandes destaques e impulsionadores do desenvolvimento do software, usando sempre recursos e colaborações oriundas da comunidade de usuários do software. Já faz um bom tempo desde que o primeiro projeto do tipo foi organizado e até hoje todos eles foram um grande sucesso, mesmo considerando o problemático Yo Frankie! que acabou distanciando as iniciativas voltadas para desenvolver a Game Engine do Blender. O assunto voltou a ser de interesse da comunidade de usuários do Blender, pois o instituto anunciou o próximo projeto para esse ano que tem nome código de Gooseberry.

gooseberry-logo.jpg

É tradição nos projetos do instituto Blender organizar os projetos com nomes código referentes a frutas ou vegetais, e com o próximo grande projeto não poderia ser diferente.

Qual será o objetivo desse projeto? A coisa agora irá tomar proporções muito maiores que os projetos anteriores, pois o objetivo agora é produzir uma Animation Feature Film. Mas, o que é isso? Nada mais é do que um longa metragem de animação! Quem acompanha as animações resultantes dos projetos abertos do instituto Blender, sabe que geralmente essas animações são de curta metragem, resultando sempre em tempos inferiores à 20 minutos. O objetivo agora é criar algo muito maior, envolvendo não só pessoas trabalhando localmente no próprio instituto Blender mas também em estúdios ao redor do mundo.

Isso vai envolver desafios de produção nunca antes enfrentados pelo instituto, e claro a necessidade de angariar muito mais recursos financeiros do que nos outros projetos. É interessante ter noção do custo desses projetos até para saber como animações simples podem demandar somas grandes de investimento. Por exemple, em uma entrevista sobre o projeto que resultou na animação Big Buck Bunny, foi explicitado que o custo total de produção foi de aproximadamente 150.000 Euros. A animação tem aproximadamente 15 minutos de duração. Sim, criar animações com qualidade exige muito investimento.

Por enquanto não existem datas e detalhes sobre o projeto Gooseberry, mas assim que mais informações forem divulgadas no web site oficial, publico aqui no blog. Por enquanto, podemos somente aguardar e torcer para que muitas melhorias sejam implementadas no Blender devido a essa nova iniciativa do instituto.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

2 comentários sobre “Projeto Gooseberry: Longa metragem produzido com Blender?”

  1. Espero também que dê muitos resultados positivos ao desenvolvimento e melhoria no software, que me surpreende cada vez mais. Pensando que depois do Lágrimas de Aço demoraria muito para vermos uma produção de peso e com qualidade. Mau posso esperar pelo longa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *