Adobe Director 11

Foi com uma sensação de nostalgia que vi o anuncio da Adobe, sobre o lançamento de uma nova versão do Director, que depois de vários anos, esquecido e deixado de lado ganha a sua tão esperada versão 11. Mas o que é o Director? O que ele faz? Não é fácil encontrar pessoas ou empresas que usam o Director, por isso mesmo ele me gerou junto com o AutoCAD, uma demanda em uma escola técnica que me direcionou a ministrar aulas na área de computação gráfica. Quando comecei a usar o Director, ele ainda estava na versão 7 e era de propriedade da Macromedia.

Adobe Director

Para explicar melhor o que o Director faz, vou fazer uma analogia com uma ferramenta mais conhecida, o Flash. Você, caso trabalhe com computação gráfica, deve saber o que faz o Flash. Se não sabe, ele produz animações e aplicações interativas para a internet. Pois o Director faz exatamente a mesma coisa, para mídias físicas como o CD. Quando as conexões de banda larga ainda eram raras e o vídeo não internet, ainda não tinha sofrido o impacto do YouTube, usar o Director era a única opção de algumas empresas para produzir aplicações multimídia ricas.

O Director tem vantagens muito interessantes em comparação com o Flash, para a área de multimdía:

  • Compatível com os principais formatos de vídeo e áudio
  • Ambiente 3d interativo nativo
  • Linguagem de programação integrada (LINGO)
  • Caso você não queira usar LINGO, ele suporta JavaScript também
  • Permite criptografar os arquivos fonte e gerar arquivos auto-executáveis
  • Compatível com vários tipos de arquivos visuais

Quem usa o Director sabe, ele é extremamente pobre na criação de conteúdo. Todas as ilustrações e imagens devem ser produzidas externamente.

Um mercado que fazia muito uso para o Director, era o de aplicativos educacionais e aqueles CD`s promocionais de filmes que acompanhavam um trailer ou vídeo sobre a produção. Em casa eu tenho vários CD`s com o logotipo “Made with Macromedia“, que eram feitos com o Director.

É muito difícil usar o Director? Na verdade não, ele é mais simples que o Flash, sendo inclusive indicado para pessoas que estão estudando animação, antes do Flash. Mas isso é difícil de implementar, a licença do Director é muito mais cara que a do Flash. Sem falar que o mercado para esse tipo de aplicação é muito restrito nos dias de hoje.

Se você quiser saber mais sobre novo Adobe Director 11, que não apresenta grandes novidades sob a antiga versão, visite esse link. Caso você queira conferir alguns ótimos tutoriais de Director, visite esse endereço.