Render distribuído com Blender Cycles

As recentes atualizações do Blender Cycles trouxeram diversas melhorias e novidades para os artistas 3D que adotam o software, mas algumas ferramentas e recursos ainda não chegaram nas versões “finais” do software. Um recurso pelo qual sempre perguntam no Cycles é a possibilidade de renderizar imagens usando vários computadores em rede.

Hoje isso é possível para projetos que estejam renderizando múltiplas imagens, em que cada imagem é distribuída para um computador único na rede. Mas, se o seu objetivo é renderizar uma única imagem o Cycles ainda não permite esse tipo de distribuição. Você vai encontrar o render distribuído na lista de desenvolvimento do Cycles (roadmap), mas nada oficial no momento.

Mas, devido à natureza aberta do Blender um desenvolvedor conseguiu encontrar no código fonte do Blender Cycles uma implementação preliminar do render distribuído, que está desabilitada por padrão. Esse mesmo desenvolvedor alterou o código do Blender para ativar a ferramenta, e você pode testar o recurso em um build personalizado chamado Blender Pigeon.

Aqui está uma tela mostrando o render distribuído na interface do Blender.

O Blender Pigeon não foi criado para o propósito de mostrar essa ferramenta em particular, mas servir de base para diversos tipos de testes experimentais no Blender. Seja para interface ou com ferramentas.

Mas, por qual motivo o Blender Cycles teria esse código desabilitado? É bem provável que a ferramenta no estado atual seja instável ou simplesmente apresente problemas de usabilidade. O fato de alguém ter encontrado o código pode apenas significar que alguém já começou a trabalhar no desenvolvimento da ferramenta.

Considerando que o Blender 2.79 está para receber uma versão estável e no começo do próximo ano a versão 2.80 deve aparecer com um código renovado, isso deve fica para as versões 2.8x.

Caso você ainda assim esteja cusioso(a) para testar o recurso recomendo alguns cuidados:

  • Nunca utilizar arquivos importantes sem antes fazer backup
  • Comece com uma cena simples, para avaliar o funcionamento da ferramenta
  • Esteja preparado(a) para instabilidades no render

Pelo menos já temos a certeza de que o trabalho no render distribuído já começou.

Aprenda a renderizar usando o Blender Cycles

Quer aprender a renderizar cenas usando o Blender Cycles? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos e treinamentos relacionados com o uso da ferramenta nos mais diversos contextos. Seja para projetos de arquitetura ou animação:

Eevee para arquitetura: Primeiro projeto?

O Blender está para receber um incrível renderizador em tempo-real nos próximos meses chamado de Eevee. Seu objetivo será transformar a maneira com que criamos e apresentamos projetos, usando um modelo semelhante as engines de jogos 3D. Será possível visualizar tudo em tempo-real na própria 3D View.

Isso estará pronto apenas no Blender 2.8 que ainda está em desenvolvimento. Mas, apesar de não estar com todos os recursos e muito trabalho para chegar em condições de ser usado em produção, alguns artistas estão fazendo testes com o software.

Veja o caso do artista ahmedyounis75_3, que publicou nos fóruns BlenderArtists o que talvez seja a primeira visualização para arquitetura com o Eevee.

É um exemplo impressionante em termos de qualidade na aplicação dos recursos do Eevee para render em tempo-real. Só lembrando que a imagem representa o visual do projeto na 3D View. Isso não é um render tradicional.

Apesar do artista não ter compartilhado a captura animada da tela, o que ajudaria no entendimento do potencial do Eevee, é impressionante a qualidade atingida.

Para conferir os ajustes usados para os Nodes em materiais do projeto, visite o link que leva até a página do fórum com o projeto.

Um dos grandes atrativos desse tipo de visualização com o Blender direto na viewport, é que em teoria será possível fazer animações de modo incrivelmente rápido. Tudo será baseado na 3D View, então será questão de capturar a tela para criar a sequência de imagens.

Nada de esperar horas para finalizar um render como no Cycles. Você poderá ter animações 3d prontas em questão de segundos! Mais detalhes sobre o processo devem ficar disponíveis assim que o desenvolvimento do software avançar para os estágios finais.

Se você quiser conhecer o Blender 2.8 e fazer testes com a versão de desenvolvimento do Eevee, use o Workshop gratuito de Blender 2.8 do EAD – Allan Brito. Lá eu mostro como você pode fazer o download e usar o Eevee.

Quando o Blender 2.8 deve ser lançado? Provavelmente só no final do ano, mas ainda não existe data definida para o lançamento do software.

Blender usado no filme da Mulher-Maravilha

O mercado relacionado com a produção de material voltado para cinema é muito competitivo, mas ainda assim é comum encontrar múltiplos softwares sendo usados nas mais diversas produções. É completamente equivocado achar que todo um filme foi produzido usando apenas uma ferramenta.

Na verdade o que acontece é que são contratados múltiplos estúdios, que eventualmente usam as ferramentas disponíveis para a sua equipe. O que importa no final é o resultado é não como os artistas chegaram até aquele ponto.

Mas, ainda assim é interessante constatar que o Blender está aparecendo cada vez mais nesse tipo de projeto. O último filme em que o software participou recentemente foi Mulher-Maravilha.

Para ser mais preciso, o Blender foi usado como software responsável pela modelagem 3D nas animações de encerramento do filme. O material relacionado com essa produção foi compartilhado no website Art of the Title por um dos artistas que trabalhou no projeto. Segundo Patty Jenkins do estúdio Greenhaus GFX o Blender ajudou a criar todos os elementos necessários para a animação.

Como forma de divulgar o trabalho deles, você pode conferir na íntegra a animação de encerramento que utiliza o Blender. É só a animação de encerramento, sem nenhum spoiler out detalhe do filme:

Mas, o Blender não foi a única ferramenta usada na produção desse material. Junto com ele também aparecem na descrição o Maya junto com o Houdini para criação da animação como um todo. Isso corrobora o comentário feito no começo do vídeo, em que não é reponsabilidade de apenas um software realizar todo o trabalho em produções como essa.

Para saber mais sobre a criação dessa animação de encerramento, recomendo ler a entrevista completa. O original está em inglês, mas com a ajuda do Google Translator é possível compreender uma boa parte do material. Essa é uma tradução automática.

Aprenda a fazer animação e modelagem no Blender

Quer aprender a usar o Blender para fazer modelagem 3d e animação? No EAD – Allan Brito existem diversos cursos que podem ajudar você a criar material que mescla animação e modelos 3d realistas:

Análise energética gratuita para edificações no Blender

O desenvolvimento de projetos para arquitetura exige o uso de diversos artifícios e técnicas para garantir o bom funcionamento, integridade estrutural e outros aspectos de um projeto. Mas, em tempos de uso consciente de recursos energéticos é muito comum encontrar demanda pela análise de recursos energéticos na edificação.

Como o projeto impacta o consumo de energia elétrica, aquecimento e outros recursos? As escolhas relacionadas com iluminação aproveitam bem a luz natural?

Tudo isso pode ser simulado por meio de software, mas os mesmos ou são caros ou então de difícil manipulação. Veja o caso do EnergyPlus que é gratuito, mas apresenta interface totalmente baseada em dados numéricos.

Você insere números no software que retorna como resultado mais números. Ele funciona bem, mas é preciso transformar os números em informação visual para apresentar aos clientes.

Outro caso é do Revit que incorporou os recursos do antigo Ecotect, adquirido pela Autodesk. É tudo visual, mas você precisa de uma assinatura do Revit (US$ 2.000,00/ano) para conseguir usar os recursos.

Você sabia que existe uma alternativa gratuita para essas duas opções usando o Blender?

Como o Blender consegue fazer análise energética de edificações? Usando um incrível Add-on chamado de VI-Suite.

Esse Add-on funciona como uma interface para o EnergyPlus, Radiance, Matplotlib e Kivy. Dentro do Blender você pode usar todos esses recursos gratuitos, aplicando ferramentas de análise e recebendo feedback visual.

O resultado são gráficos e interpretações relacionadas com o uso do software dentro do Blender. Assim você pode tomar decisões relacionadas com a mudança no design e layout do projeto com base nas opções mais eficientes em termos energéticos.

O projeto nasceu na universidade de Brighton no Reino Unido sob supervisão do pesquisador Dr. Ryan Southhall. É totalmente gratuito e pode transformar a maneira com que você utiliza o Blender para arquitetura.

Usando o Blender para arquitetura

Quer aproveitar mais recursos do Blender para uso em projetos de arquitetura? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos e recursos que podem ajudar você na aplicação do software nessa área:

Workshop gratuito de Blender 2.8

O ciclo de desenvolvimento e atualizações do Blender é bem regular e ocorre a cada três ou quatro meses em média. Isso significa que ao longo desse período é comum que novas versões do software sejam lançadas. Algumas dessas atualizações podem demandar um pouco mais de tempo, mas ainda assim esse ciclo não costuma se estender além desse período.

Até o final do ano o software deve receber mais uma grande atualização, chegando na sua versão 2.8. Antes disso ainda precisa passar pela 2.79, que está para ficar “pronta” nas próximas semanas.

Como é o salto entre a versão 2.7x e 2.8x, o software vai receber muito mais do que simples melhorias e correções de bugs. É o momento de ajustar a interface e também implementar novos recursos.

Um desses recursos é o renderizador em tempo-real Eevee. O que é o Eevee? Ele vai substituir o Cycles?

Para ajudar os leitores e alunos do EAD – Allan Brito a entender melhor as atualizações e mudanças no Blender 2.8, resolvi montar um workshop sobre a versão 2.8. O Workshop de Blender 2.8 já está disponível para inscrições no EAD – Allan Brito, sendo totalmente gratuito.

O formato será parecido com os cursos on-line do site, sendo que o foco é apresentar as atualizações e mudanças no Blender 2.8. Desde as alterações na interface, que até o momento foram pequenas, até os novos recursos como o Eeevee.

A idéia é que o workshop seja atualizado mensalmente com a inclusão de novos vídeos falando de recursos adicionais do Blender 2.8. Podem ser novidades relacionadas com o Eevee ou então ferramentas anunciadas para o software.

O objetivo é mostrar as novidades ao longo do desenvolvimento para que você possa ir se acostumando com o software. Para que quando o mesmo esteja pronto para uso em projetos, você possa pular imediatamente para um ambiente de produção.

Por enquanto, o foco do workshop está no uso e configuração do Eevee, mas em breve novos vídeos e demonstrações devem estar disponíveis.

Já mencionei que o workshop é gratuito? Você só precisa se cadastrar no EAD – Allan Brito para começar a aprender mais sobre o Eevee!