Curso básico gratuito de Adobe Illustrator

Uma das maneiras de conhecer a metodologia de ensino que utilizo no EAD – Allan Brito é por meio dos diversos cursos gratuitos online que ofereço no site, usando método semelhante ao dos cursos que demandam inscrição. Como já faz um bom tempo que estava planejando criar um curso sobre ilustração vetorial, e já tinha até criado a área para o curso já faz alguns meses, resolvi terminar as gravações de mais um curso gratuito e você já pode conferir de imediato o curso básico gratuito de Illustrator.

No curso você aprende o necessário para conseguir começar a trabalhar com o Illustrator como plataforma de ilustração, e criar material que pode ser usado em projetos no Photoshop, Flash ou InDesign.

illustrator-basico

As cinco aulas estão organizadas de maneira a apresentar os seguintes tópicos:

  • Interface
  • Criação de documentos
  • Ferramentas de desenho
  • Opções de desenho
  • Criando pranchetas
  • Desenho com curvas
  • Opções de cor e preenchimento
  • Manipulando imagens
  • Exercício simples de ilustração
  • Salvando projetos

Os conteúdos estão organizados em um total de 05 aulas e como eu já havia comentado, a metodologia usada é semelhante a dos outros cursos do EAD – Allan Brito. Ficou interessado em participar? O curso é totalmente gratuito, então tudo que você precisa fazer para assistir as aulas é visitar o site do curso e se cadastrar.

E para o caso de você querer incrementar ainda mais o seu aprendizado, é possível expandir os conhecimentos com outros softwares da Adobe presentes no EAD – Allan Brito com os seguintes cursos:

Todos esses cursos podem se beneficiar e muito dos conteúdos gerados no Adobe Illustrator, seja uma simples ilustração vetorial ou mesmo marcas que precisem ser animadas ou façam parte de uma publicação digital.

Um aspecto interessante das ferramentas da Adobe é a sua maneira integrada de trabalhar, pois mesmo salvando os arquivos nos formatos nativos de cada software, muitas vezes é perfeitamente possível importar e usar os gráficos sem grandes problemas entre as ferramentas. E quando for preciso adaptar alguma coisa, basta salvar em PDF.

Tutorial 145 – Illustrator CC 2014: Ferramenta curvatura

A criação de curvas em softwares especializados em ilustração é algo extremamente importante dentro de qualquer fluxo de trabalho, pois as curvas são a base das formas geradas por esses aplicativos. É o caso do Illustrator e também outros como o nacionalmente conhecido Corel Draw. Mas, as curvas são importantes ao ponto de estarem presentes em praticamente qualquer software gráfico, mesmo que ele não seja especializado em ilustração. Por exemplo, encontramos as curvas no After Effects e em softwares 3d como o Blender. Na maioria desses softwares as curvas são criadas com base em um processo trabalhoso e que exige um pouco de prática.

Sempre que tenho a oportunidade de lecionar sobre ilustração, recomendo para meus alunos o uso da ferramenta “caneta” (Pen tool), fazendo como base uma ilustração com bordas retas e depois oriento os mesmos a arredondar os cantos da ilustração.

Você já passou por isso no Illustrator? Quer conhecer um novo meio de gerar curvas no software? A Adobe adicionou no Illustrator CC 2014 uma opção chamada de curvatura que gera curvas de maneira muito mais simples e rápida do que com a caneta. Quer aprender a usar essa ferramenta? Gravei um tutorial usando o Illustrator CC 2014 demonstrando o funcionamento da curvatura e as opções relacionadas com a ferramenta.

A maneira com que a curvatura gera as curvas no Illustrator CC 2014 é certamente bem diferente do que estamos habituados no uso da caneta, ou qualquer outra opção para gerar curvas. É uma opção revolucionária? Certamente não, e a sua aplicação fica restrita mais ao uso de usuários que detestem o método tradicional, ou então pessoas que estão aprendendo a usar o Illustrator CC 2014 agora.

Os artistas que já trabalham com o ilustração, provavelmente não devem migrar o seu método de trabalho aprimorado ao longo dos anos. Mas, é interessante conhecer e perceber que ainda podemos melhorar muito o método de criação das curvas.

E você? Acha que a ferramenta curvatura é revolucionária? É o seu momento de migrar para esse novo método de trabalho? Compartilhe a sua opinião nos comentários, e não esqueça de assinar o meu canal no Youtube para receber as atualizações sobre novos tutoriais.

Tutorial 138 – Grade isométrica no Illustrator

A representação de objetos e cenas com base em visualização isométrica já foi exclusividade de projetos envolvendo engenharia ou arquitetura, mas hoje esse tipo de ilustração é muito comum na área de jogos e até mesmo no motion design. É por isso que sempre acho interessante passar conhecimentos sobre representação em isometria) com base em softwares de ilustração vetorial como o Illustrator, para que designers e outros artistas tenham condições de criar volumes isométricos antes mesmo de passar para softwares 3d. Como nem todos os artistas tem a disposição um software 3d e algumas vezes é necessário possuir os objetos em forma vetorial mesmo, o uso desse software é mais do que justificado.

A melhor maneira de começar a representar objetos em perspectiva isométrica é criando uma grade isométrica, que servirá de guia para que seja necessário apenas contornar as formas desejadas. O tutorial de hoje é exatamente sobre a criação de uma malha isométrica no Adobe Illustrator CC.

Gostou do vídeo? O que acha de avaliar ou comentar? Ainda não é assinante do meu canal no Youtube? Assine aqui para receber antes que todos as atualizações.

O processo é relativamente fácil de seguir e requer apenas alguns pequenos ajustes no Illustrator para gerar as linhas:

  • Os segmentos de linha criados no Illustrator devem ser configurados para ter um comprimento mínimo necessário para compor a folha de desenho, e também a sua inclinação em relação à linha do horizonte;
  • Em perspectivas isométricas o mais comum é que as linhas fiquem inclinadas em 30 graus, mas existem tipos diferentes de representação em que as linhas podem assumir 45 ou 60 graus;

Com esse ajuste simples na linha podemos fazer o primeiro segmento de reta usado para criar a grade. O próximo passo é copiar esses segmentos algumas vezes. Nos softwares da Adobe em geral, ao deslocar um objeto com o mouse ou teclado mantendo a tecla ALT pressionada, acionamos a ferramenta que duplica objetos.

Para manter a regularidade da grade, precisamos apenas ajustar a distância em que essas cópias são criadas no painel de preferências do Illustrator. Depois disso é só criar as cópias dos objetos, e posteriormente inverter o ângulo das linhas para 150 graus, e gerar a malha de retas que forma o lado oposto da grade.

As guias inteligentes do Illustrator ajudam depois a gerar as ilustrações dos objetos com base nas interseções das linhas, e caso você tenha seguido as recomendações do vídeo, é só ligar e desligar a camada destinada a armazenar a grade para eventualmente finalizar a representação do seu objeto em perspectiva.

Drawscript: Ferramenta gratuita ajuda no desenho de vetores com scripts

A criação de gráficos vetoriais é algo fundamental em diversos segmentos da computação gráfica, seja para uma simples ilustração que deve representar as formas e cores dos anúncios do mercado publicitário, ou então os elementos que formam a interface de um jogo. É muito mais fácil desejar os gráficos vetoriais usando ferramentas como o Adobe Illustrator ou o Corel Draw que são excelentes para artistas, mas algumas situações exigem o uso de scripts para criação desse tipo de gráfico. Por exemplo, uma interface dinâmica que use linguagens como o HTML5 com JavaScript ou ActionScript, permitem criar vetores usando coordenadas.

Uma das maiores dificuldades desse tipo de sistema de desenho é que precisamos projetar a ilustração com as coordenadas, para depois tentar fazer com que os números coincidam e as formas vetoriais perfeitas sejam criadas. Para os usuários do Adobe Illustrator a coisa pode ter ficado um pouco mais fácil!

Um programador da equipe de desenvolvimento da Adobe chamado Tom Krcha criou um script para o Adobe Illustrator chamado de Drawscript, que pode ser copiado de maneira gratuita nesse endereço. O script tem como função converter ilustrações criadas usando vetores normais no Illustrator em sistemas de coordenadas cartesianas, que facilitam muito o desenho das mesmas formas usando código.

Illustrator-Drawscript-download

O script funciona como uma extensão do Adobe Illustrator CS6 e como ainda não tenho essa versão do Illustrator (estou no CS5 ainda), infelizmente não tenho como testar a ferramenta, mas já posso dizer que o simples fato de não precisar mais ficar projetando no papel as possíveis coordenadas necessárias para desenhar usando código, já vale o esforço de fazer o download do arquivo e deixar ele separado, para o dia em que for necessário criar um jogo ou interface que demande vetores dinâmicos. Claro que, sem o Illustrator CS6 o script será inútil.

Nas minhas aulas sobre produção multimídia com Flash e ActionScript sempre tentava projetar as ilustrações dinâmicas no papel, ou usando algumas fórmulas para determinar a posição dos pontos dos objetos. Se o Illustrator CS6 estiver disponível, os meus alunos devem agradecer, mas o método antigo ainda será útil para as situações em que o script parar de funcionar, ou não tivermos a disposição o Illustrator.