Apresentações interativas para arquitetura no Unity

O uso de tecnologias relacionadas com jogos para apresentar projetos de arquitetura é cada vez mais presente em escritórios e como fator para impulsionar as vendas de projetos. É por isso, que sempre recomendo aos meus alunos o estudo ou o desenvolvimento desse tipo de habilidade quando o assunto é a adequação ao mercado. Se você ainda procura apresentar seus projetos apenas com base em imagens estáticas, saiba que muito em breve a queda na demanda desse tipo de material pode trazer sérios impactos para a sua renda como artista. É preciso procurar novas tecnologias para apresentar esses projetos.

No início de dezembro o Unity deve receber uma atualização que adiciona um recurso chamado de SSRR (Screen-space raytraced reflections) que foi demonstrado pela equipe interna do Unity, usando modelos 3d pré-configurados de bibliotecas para arquitetura. O resultado é essa impressionante apresentação do que o software é capaz de criar em termos de visualização para arquitetura.

Como parte da prova de conceito sobre a aplicação desse novo recurso, a equipe de desenvolvimento trabalhou na adaptação de uma cena usando o recurso para gerar a seguinte simulação:

O material impressiona pela qualidade visual e também iluminação. Só lembrando que esse é um ambiente voltado para apresentação de jogos, podendo ter todos os recursos e interações possíveis. Esse é o tipo de material que impressiona pela qualidade e interação com o ambiente, sendo um dos motivos para que empresas como a Epic e Unity investem pesado para mostrar as possibilidades. É uma maneira de expandir o número de usuários e conseguir mais projetos. Lembrando que na maioria das vezes é possível aproveitar esses recursos de maneira totalmente gratuita! No caso da Unreal Engine é gratuito o uso do software para arquitetura, independente do faturamento do projeto e no caso do Unity até 100.000 dólares é gratuito também.

Uma das vantagens no uso desse tipo de software para produzir apresentações em arquitetura é a facilidade com que podemos exportar o conteúdo para dispositivos móveis, seja iOS ou Android e também criar ambientes imersivos com uso de VR. No que diz respeito a apresentações interativas para arquitetura, estamos apenas começando a explorar as possibilidades.

Aprendendo a criar apresentações interativas para arquitetura

Ainda não sabe como começar a criar animações interativas para arquitetura? No EAD – Allan Brito você tem à disposição uma série de cursos e recursos para começar a trabalhar nessa área: