Tutorial de modelagem 3d mecânica: Criando um andróide

A modelagem 3d por subdivisão é um dos tipos mais simples e usados na criação de diversos elementos e objetos em 3d. Sempre que posso menciono isso aqui no blog, pois muitas pessoas ainda tem dúvidas sobre o melhor método de modelagem 3d para começar a estudar. A grande maioria dos softwares 3d suporta esse tipo de modelagem, apenas alguns especializados em modelagem por curvas NURBS é que não aceitam trabalhar com subdivisão. Além do Blender 3d que é gratuito e usa bastante a subdivisão, existe o Wings 3D que também é totalmente baseado nessa metodologia de modelagem.

Hoje pela manha estava testando o Wings 3D 1.2, lançado no final de 2009 e que adicionou diversas melhorias ao software. Mas, o assunto desse artigo não será o Wings 3D 1.2 e sim um tutorial de modelagem 3d detalhado sobre a criação de um andróide com o software. O tutorial está organizado em oito partes e pode ser conferido em 720p no Youtube. Para facilitar a navegação no material, montei uma playlist que agrega todos os vídeos.

No total são mais de uma hora de tutorial em vídeo.

Nesse tutorial em particular é possível identificar os diversos elementos da modelagem por subdivisão de maneira bem simples. Repare que o artista responsável pelo tutorial começa tudo com um simples cubo que é cortado e deformado, até receber a forma dos elementos que identificam visualmente um andróide.

O conjunto de ferramentas 3d usadas para desenvolver o projeto, pode ser encontrada facilmente em qualquer software 3d. Essa é a lista de ferramentas usadas pelo autor do vídeo:

  • Extrude
  • Transformações (mover, girar e escalonar)
  • Loop Cut
  • Loop Select
  • Seleção de arestas, vértices e faces

Todas as ferramentas listadas acima são encontradas em praticamente qualquer ferramenta 3d. Isso torna o tutorial útil para a maioria dos artistas interessados em tentar reproduzir o procedimento em outros softwares. Seria difícil tentar trabalhar com curvas ou superfícies NURBS, pois as mesmas apresentam pequenas variações entre as ferramentas 3d.

O Wings é um software de modelagem totalmente gratuito, mas diferente do Blender que é uma suíte de modelagem completa, o Wings é especializado em modelagem 3d poligonal. Antigamente os artistas 3d usavam o Wings para modelagem de personagens complexos, e o Blender para a animação. Hoje o Blender já pode suprir a maioria das necessidades de modelagem 3d.

Se você está procurando por um bom exercício de modelagem, recomendo esse tutorial como para todos os aspirantes a artista 3d.

Tutorial de modelagem 3d por subdivisão de uma nave espacial

Ainda acho incrível que muitos artistas e pessoas que trabalham com modelagem 3d, principalmente os envolvidos com softwares como o Blender 3D, não tenham conhecimento ou curiosidade de tentar usar o Wings 3D. Ele é uma das melhores ferramentas de modelagem por subdivisão, e em alguns casos uma ótima opção para modelar objetos que seriam complicados de trabalhar com o Blender. Como assim complicados? O Wings aceita um tipo de objeto para o qual o Blender 3D ainda não está preparado, as chamadas N-Gons. Uma N-Gon nada mais é que uma face com mais de quatro lados.

Como o Blender não aceita esse tipo de objeto, o resultado é que você precisa planejar um pouco mais a modelagem 3d por subdivisão, para evitar que a topologia do modelo 3d fique desorganizada e cheia de faces triangulares. O Wings 3d consegue gerar esse tipo de face de maneira nativa, e com isso o artista iniciante não precisa se preocupar tanto com a organização da malha.

Um ótimo exemplo de como o Wings 3d pode ser usado para elaborar modelos 3d mais complexos é o excelente conjunto de vídeos abaixo, que mostra a modelagem de uma nave espacial usando subdivisão como base.

No tutorial é possível perceber que mesmo sendo um software simples e pequeno, menor ainda que o Blender 3D, o Wings é capaz de elaborar modelos 3d com níveis razoáveis de complexidade.

Mesmo que você não seja usuário do Wings ou tenha pretensões em usar o software, o tutorial pode ser aproveitado em outras ferramentas 3d, pois a técnica usada na modelagem por subdivisão é comum em praticamente todos os softwares 3d, como costumo dizer aqui no Blog. Para a modelagem da nave, o autor usa basicamente a criação de faces, arestas e vértices. Tudo combinado com a adição de cortes e ajustes no tamanho e posição dos objetos consegue elaborar a forma final do objeto. Uma das dificuldades em tentar reproduzir o tutorial é a ausência da imagem usada como referência para a modelagem, mas assim mesmo o exercício ainda é válido. Na pior das hipóteses, podemos usar a imagem de outra nave ou veículo.

O tutorial é composto por cinco vídeos, que perfazem quase 50 minutos de vídeo. Portanto, aproveite para assistir ao material quando você tiver um tempo, pois ele foi gravado em velocidade normal e não tem narração.

Tutorial de modelagem e escultura digital com Wings 3D e Blender 3D

É possível criar um modelo 3d usando esculturas no Blender 3D? Se você acompanha o blog já há algum tempo, deve saber que é perfeitamente possível fazer isso no Blender. Para comprovar essa constatação, vou indicar hoje um tutorial fantástico, elaborado por um artistas 3d chamado Leonardo Davi. O tutorial foi criado como o projeto de conclusão de curso do Leornando, o curso era sobre Artes visuais. O tutorial mostra todo o processo de modelagem e escultura de um modelo 3d humanóide, que pode ser conferido na imagem abaixo.

Antes de partir para o download, devo alertar para algumas características do tutorial. Todo o conteúdo está em vídeo, perfazendo um total com mais de duas horas de conteúdo. Se você tem aversão aos tutoriais em inglês, maioria na internet hoje vai gostar de saber que o Leonardo narra o tutorial todo em bom português, portanto você não tem desculpa para não tentar reproduzir o material.

Agora a parte que não é muito boa, os arquivos do tutorial são gigantescos! Somados os tamanhos dos arquivos são mais de 1GB de download, com todos os vídeos no formato OGG. Para assistir ao material sem maiores problemas, recomendo o uso do VLC.

O artigo em que o Leonardo faz o anúncio do tutorial pode ser encontrado aqui. Todos os vídeos, assim como o material de referência, como imagens e mapas de textura, podem ser encontrados nesse link, que leva para um servidor FTP. Lá você pode encontrar o material organizado em pastas diferentes no servidor.

Os vídeos têm os seguintes títulos:

  1. Basemesh
  2. Esculpindo
  3. Finalizando a escultura
  4. Retopologia
  5. Finalizando a Retopologia
  6. Normal Map

Apesar de ser um download longo especialmente se a sua conexão não for muito rápida, recomendo muito o download a todos os interessados em aprender, as técnicas necessárias para trabalhar com modelagem voltada para faces. Depois que você assistir esse tutorial, ficará fácil adaptar as técnicas e ferramentas apresentadas pelo Leonardo, para criar modelos 3d diferentes.

O melhor é que o procedimento de escultura digital é muito semelhante ao necessário para trabalhar em softwares como o ZBrush ou MudBox. Portanto, você vai aprender ao mesmo tempo a técnica de escultura, como as ferramentas do Wings 3D e do Blender 3D.

Tutoriais de modelagem por subdivisão com o Wings 3D

Já faz um bom tempo desde a última vez que falei sobre o Wings 3D, excelente ferramenta de código aberto que apenas cria modelos 3d, usando subdivisão como base para a modelagem. Mesmo sem opções avançadas de animação, o Wings se mostra bem competente em trabalhar com modelagem, sendo uma boa opção para estudantes ou instituições de ensino que pretendem apenas ensinar conceitos de modelagem. A sua licença de código aberto e a existência de versões para várias plataformas, fazem dele uma opção de baixo custo e ótima relação custo x Benefício.

Uma série de tutoriais em vídeo foi publicada no Youtube no início do último mês, mostrando algumas opções mais avançadas de modelagem com o Wings, que podem servir para outras ferramentas também. Por exemplo, nos vídeos é possível aprender a técnica para abrir um buraco em um modelo 3d, sem o uso do famigerados booleans, tudo é feito com a manipulação da topologia do modelo 3d.

Recomendo assistir e estudar os vídeos, principalmente se você estiver estudando modelagem por subdivisão ou as suas derivações, como o edge modeling, em que os objetos são criados com base no extrude de arestas. Como as técnicas são universais, você pode aplicar os conhecimentos e técnicas em praticamente qualquer ferramenta 3d.

O primeiro vídeo mostra o procedimento necessário para criar uma abertura redonda em um objeto derivado de um cubo.

No Wings 3d essa operação é simples, pois existe uma opção chamada circularize que deixa um loop de arestas mais arredondado.

O segundo vídeo aborda a intersecção de arestas no Wings, que é uma opção extremamente poderosa de ajustar modelos 3d. Essa opção lembra até os comandos existentes em softwares de CAD como AutoCAD, em que essa mesma operação é realizada para linhas 2d.

Funciona assim, você pode selecionar algumas arestas no modelo 3d e fazer com que essas arestas se prolonguem até que atinjam uma face. Caso você queira tentar reproduzir o efeito, o autor do vídeo foi muito gentil em publicar explicações em texto no vídeo!

O último vídeo mostra uma ferramenta chamada contour, que é especializada em fazer o extrude interno de arestas. Ele funciona de maneira muito parecida com o Inset em outras ferramentas 3d.

Os vídeos são curtos, mas mostras de maneira bem eficiente algumas ferramentas simples da modelagem por subdivisão que são o pilar para a criação de modelos 3d mais complexos. Se o seu interesse é em modelagem, recomendo assistir a todos!

Caso você não saiba usar o Wings 3D, mas tenha ficado curioso, recomendo ler esse tutorial básico sobre o wings 3d, para aprender um pouco mais sobre ele.

Modelando a hélice de uma turbina com o Wings 3D

Esse é um tutorial relativamente simples, em comparação com alguns outros relacionados à modelagem de personagens, mas mesmo assim considero importante assistir a criação desses objetos, para perceber como técnicas comuns a qualquer ferramenta 3d, podem gerar resultados com níveis de complexidade diferentes.

O tutorial em questão é um vídeo publicado no YouTube, em que um artista modela a hélice de uma turbina, usando apenas técnicas de modelagem por subdivisão. Com o uso do bom e eficiente extrude, junto com opções de transformação o autor do tutorial, cria em apenas alguns minutos a hélice. A topologia do modelo parece complexa, mas depois que você assiste ao tutorial é fácil perceber que tudo não passa de uma cópia de vários elementos criados simultaneamente.

Acho esse tipo de modelo excelente para aulas sobre modelagem 3d, pois ele mostra ao mesmo tempo que é possível conseguir resultados complexos, usando ferramentas de modelagem por subdivisão simples. Quando mostro modelos como esse, mesmo na modelagem com o Blender, os alunos geralmente ficam com medo de não conseguir, devido à impressão errada que eles têm sobre a topologia. A grande quantidade de curvas e superfícies suavizadas da hélice passa a impressão de complexidade.

O tutorial mostra bem a facilidade em modelar por subdivisão com o Wings 3D, até porque ele é especializado nesse tipo de modelagem e não apresenta ferramentas para NURBS ou outro tipo de modelagem.

Você nunca ouviu falar sobre o Wings? O Wings 3D é um modelador por subdivisão, extremamente poderoso que inclusive é usado em conjunto com o Blender 3D. Conheço pessoalmente alguns artistas que ainda modelam apenas no Wings, para depois renderizar e animar os objetos no Blender 3D. Caso você queira aprender como começar a usar o Wings, escrevi um tutorial mostrando como começar modelar com o Wings 3D já faz algum tempo.

Você pode estar pensando, o Wings só modela objetos simples? Não! Muita gente o usa para elaborar objetos com topologia realmente complexa. Veja esse vídeo, em que um artista mostra o resultado da modelagem por subdivisão, que resulta em um modelo de planador.

Esse sim é um verdadeiro exercício de modelagem para artistas que precisa colocar em prática as suas habilidades. Claro que os desafios aqui são bem diferentes da modelagem para personagens, mas mesmo assim as técnicas são parecidas. A diferença é que a pessoa encarregada da modelagem precisa tomar muito cuidado com as proporções, para que a representação do modelo fique fiel ao original.

Para quem quiser testar mais essa ótima ferramenta de código aberto, recomendo muito o uso do Wings caso você ache que não está preparado para o Blender ainda. A modelagem no Wings é um pouco diferente do Blender, algumas pessoas até dizem que é mais fácil. Na verdade tudo é culpa das N-Gons que já são suportadas pelo Wings. Enquanto o B-Mesh não fica pronto, o Blender 3D ainda fica com faces triangulares e quadradas.